Morro da Babilônia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
noite

O Morro da Babilônia é um morro localizado entre os bairros de Botafogo, Urca, Leme e Copacabana[1], na cidade do Rio de Janeiro, no Brasil. Abriga duas favelas: a do Morro da Babilônia e a do Chapéu Mangueira[2]. Algumas áreas de mata atlântica área de proteção ambiental[3] (APA) dos Morros da Babilônia e São João (1996) [4]. Em 10 de junho de 2009, foi inaugurada a UPP Babilônia e ChapéuMangueira, Com um efetivo de 107 policiais militares a serviço da população local e dos turistas. Atualemente a comunidade conta com algumas obras de urbanização e infraestrutura, os serviços públicos aos poucos são mais presentes, como os cursos oferecidos pela Faetec, o posto de saúde as creches, entre outros.

Dados Gerais[editar | editar código-fonte]

Babilônia: Área: 83.731m² População: 2.451

Chapéu Mangueira: Área: 34.595m² População: 1.288

Total: Área:118.326 m² População: 3.739

Pontos de Interesse[editar | editar código-fonte]

Google Map Customizado [5]

História[editar | editar código-fonte]

No século XVIII, os colonizadores de portugueses construíram uma fortificação no alto do morro para vigiar a entrada da Baía de Guanabara[6]. No início do século XX, o engenheiro Augusto Ferreira Ramos projetou uma ligação aérea do Morro da Babilônia com o Morro da Urca, como parte das comemorações do Centenário da Abertura dos Portos. Porém o projeto nunca foi concretizado[7].

Durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945), o Exército Brasileiro construiu casamatas no alto do morro para proteger a cidade contra possíveis ataques[6].

Desde 10 junho de 2009, o morro passou a abrigar a 4° Unidade de Polícia Pacificadora, o que veio a diminuir de forma histórica os índices de criminalidade no local[8][9].

Arte, Cultura e Indústria Cultural[editar | editar código-fonte]

Literatura

1930 poemas do livro Libertinagem, de Manuel Bandeira[10].

Artes Visuais

Arte contemporânea: mosaic (2014)

2014 Mural Babilônia

começou ser criado a partir de Janeiro. A primeira intervenção urbana, o mosaico principal, tem aproximadamente 140 metros quadrados de extensão e cobre um muro de contenção construído pela Prefeitura. Está localizado na parte baixa da Babilônia. Foi desenhado e criado pelos artistas plásticos da República Checa, X-Dog e Plebe, com ajuda de dezenas de voluntários de vários países.

Na segunda intervenção um banco de concreto com acabamento em mosaico foi criado, num lugar que serve como um ponto de encontro. Com tempo outros mosaicos apareceram na área melhorando visual do bairro e confirmando o Mural como uma referência turística na Zona Sul do Rio de Janeiro. Entre eles, podem ser destacados dois postes de luz, "A Morena" e "A Bandeira" ou a seguinte chamada para a importância da educação: "Educação é o que você faz, quando ninguém olha." Uma escadaria muito precária foi refeita por completo e recebeu também acabamento em mosaico.

Audiovisual

1959 "Orfeu do Carnaval"

Orfeu Negro (Título Original) - Diretor: Marcel Camus Produção franco-brasileira, vencedora da Palma de Ouro do Festival de Cannes no mesmo ano e o Oscar de melhor filme estrangeiro no ano seguinte[2].

1999 Documentário Babilônia 2000 de Eduardo Coutinho[11].

2007 Tropa de Elite

2015 Babilônia[12] Novela de Gilberto Braga, Ricardo Linhares e João Ximenes Braga exibida pela Rede Globo. Exibida às 21 horas, entre16/03/2015 e 28/08/2015 em 143 Capítulos

Turismo[editar | editar código-fonte]

O local passou a possuir um Polo Turístico com 10 hostels dentre eles: El misti, Lisetonga e Babilonia Rio Hostel, Chill Hostel Rio, Green Culture Eco Hostel, Hostel Mar da Babilônia, Favela Inn, Abraço Carioca, Toninho House entre outros.

Na gastronomia há o conhecido Bar do David, segundo colocado por duas vezes consecutiva no Comida de Buteco, é frequentado por famosos da TV Globo e o Bar do Alto com vista para toda a praia de Copacabana, premiado na Veja pelos seus drinques.

A vista dispensa comentários. Lá em cima, na pedra, tem uma bela clareira e um espaço enorme para sentar e observar a vista para o Flamengo, de um lado, a praia Vermelha de outro e um ângulo inusitado do Pão de Açúcar. Com certeza, você terá uma nova perspectiva da cidade

Trilhas Ecológicas[editar | editar código-fonte]

na pedra, tem uma bela clareira e um espaço enorme para sentar e observar a vista para o Flamengo, de um lado, a praia Vermelha de outro e um ângulo inusitado do Pão de Açúcar. Com certeza, você terá uma nova perspectiva da cidade.

Vista para a praia de Copacabana.

Nível de Dificuldade: Fácil com subidas e descidas e caminhos abertos com sinalização

Distância: 3 km, caso volte até o ponto inicial serão 4 km

Desnível: 200 metros (prédio de 33 andares)

Duração: Pra subir dá menos de 1 hora, mas com paradas para o pôr do sol, lanche, fotos, etc, reserve de 2 a 3 horas.

Atrativos: Vista de paisagens (Copacabana, Pão de Açúcar, Botafogo, Aterro do Flamengo, Cristo, Baia de Guanabara), histórico-cultural (antigas estruturas de observação e controle de embarcações do exército brasileiro), flora (área reflorestada), fauna (aves).

Instituições Atuantes Fisicamente Presentes[13][editar | editar código-fonte]

Associação de Educação Familiar e Social – Projeto Luta Cidadã[editar | editar código-fonte]

Aulas de reforço escolar e lutas marciais. Atendem a 150 alunos, de 6 a 25 anos. Todas as atividades são gratuitas

Associação de Moradores da Babilônia[editar | editar código-fonte]

Associação de Moradores do Chapéu Mangueira[editar | editar código-fonte]

Coop – Babilônia[editar | editar código-fonte]

Reflorestamento, ecoturismo, conservação de trilhas e educação ambiental.

Funciona no horário comercial, em prédio anexo a Associação de Moradores da Babilônia.

Dignitá[editar | editar código-fonte]

Aulas de reforço escolar, oficinas culturais, creche, cursos de informática, cineclube etc.

A ONG funciona de 8h a 17h na Igreja Batista, na Babilônia.

Escolinha da Tia Percília[editar | editar código-fonte]

Aulas de reforço escolar, de violão, de informática e dança, teatro.

Atende a 165 crianças de 6 a 14 anos. Todas as atividades são gratuitas.

Favela Orgânica[editar | editar código-fonte]

Galpão das Artes[editar | editar código-fonte]

Aulas de cerâmica, biscuit, papilho. Grande parte do público atendido é composto por mulheres da terceira idade, mas também participam das atividades jovens e adultos de ambos os sexos. No Galpão das Artes, ao lado da Associação de Moradores do Chapéu Mangueira.

As atividades são gratuitas.

Mulheres Guerreiras da Babilônia[editar | editar código-fonte]

Aulas de artesanato para mulheres. As atividades são gratuitas.

Referências