Morro da Fumaça

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Morro da Fumaça
  Município do Brasil  
Morro da Fumaça SC -011.JPG
Símbolos
Bandeira de Morro da Fumaça
Bandeira
Brasão de armas de Morro da Fumaça
Brasão de armas
Hino
Gentílico fumacense
Localização
Localização de Morro da Fumaça em Santa Catarina
Localização de Morro da Fumaça em Santa Catarina
Morro da Fumaça está localizado em: Brasil
Morro da Fumaça
Localização de Morro da Fumaça no Brasil
Mapa de Morro da Fumaça
Coordenadas 28° 39' 03" S 49° 12' 36" O
País Brasil
Unidade federativa Santa Catarina
Municípios limítrofes Cocal do Sul (N), Criciúma (O), Içara (S), Sangão e Treze de Maio (L).
Distância até a capital 180 km
História
Fundação 20 de maio de 1962 (57 anos)
Aniversário 20 de maio
Administração
Prefeito(a) Agenor Coral (PP, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [1] 82,935 km²
População total (est. IBGE/2019[2]) 17 796 hab.
Densidade 214,58 hab./km²
Clima subtropical (Cfb)
Altitude 18 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2010[3]) 0,738 alto
PIB (IBGE/2008[4]) R$ 346 791,350 mil
PIB per capita (IBGE/2008[4]) R$ 21 682,59

Morro da Fumaça é um município brasileiro do estado de Santa Catarina. Localiza-se ao sul do estado, a cerca de 180 km da capital, Florianópolis.

História[editar | editar código-fonte]

Os primeiros habitantes de Morro da Fumaça foram os índios Carijós. Os primeiros europeus a chegarem, por volta do ano 1900, vieram da Bielorrússia. Viviam basicamente da produção de suínos. Em 1910, aproximadamente, venderam as terras a italianos. José Cechinel e sua esposa Hermínia Sóligo Cechinel foram os primeiros a fixarem residência no local, sendo considerados os fundadores de Morro da Fumaça.

Dia 6 de setembro de 1931 foi instalado o distrito de Morro da Fumaça, pertencente a Urussanga. A emancipação aconteceu em 20 de maio de 1962, tendo como primeiro prefeito eleito o Sr. Jorge Silva e Hemanoel Francisco Laureano.

Origem do nome[editar | editar código-fonte]

Segundo historiadores, o nome se deve à neblina formada no morro onde hoje se localiza o Hospital de Caridade São Roque, sempre que o Rio Urussanga subia. Uma outra versão conta que, devido a esta neblina, tropeiros que por ali se instalavam precisavam acender fogueiras em seus acampamentos, causando a emissão de fumaça.

Economia[editar | editar código-fonte]

Os principais empresários e empresas são de famílias tradicionais da cidade. A cerâmica sempre foi a atividade que mais movimentou a economia em Morro da Fumaça e o município é conhecido por suas olarias. Hoje a diversidade de empresas como de embalagens, produção de máquinas e têxteis ajudam na economia da cidade. O fato da maioria das empresas ser de famílias tradicionais de Morro da Fumaça, é um fator importante por concentrar o investimento no município. Os principais ramos econômicos são:

  • Indústrias Cerâmicas, com produção de tijolos;
  • Indústrias de Confecção e Facção;
  • Agricultura, dominada principalmente pela cultura de arroz;
  • Beneficiamento de Arroz e
  • Extração de argila e areia.

Acesso[editar | editar código-fonte]

Rodovias federais
  • BR-101 fica a 6 km.
Rodovias estaduais
Ferrovias
Aéreo

Grupos étnicos[editar | editar código-fonte]

Boa parte da população é formada por descendentes de italianos, embora haja também uma grande parcela de descendentes de portugueses e poloneses.

Referências

  1. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010 
  2. «IBGE Cidades. Estimativa Populacional de 2019». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 01 de julho de 2019. Consultado em 09 de setembro de 2019  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 25 de agosto de 2013 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]