Mossurize (distrito)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Localização, superfície e população[editar | editar código-fonte]

Mossurize é um distrito da província de Manica, em Moçambique, com sede na povoação de Espungabera. Tem limite, a norte com o distrito de Sussundenga, a oeste com o Zimbabwe, a sul e leste com o distrito de Machaze e a nordeste com o distrito de Chibabava da província de Sofala.

De acordo com o censo de 1997, o distrito tem 122 244 habitantes e um superfície de 5 038 km², daqui resultando uma densidade populacional de 31.5 hab/km².

Clima e hidrografia[editar | editar código-fonte]

O clima do distrito, segundo a classificação de Wladimir Köppen, é do tipo temperado húmido. a precipitação média anual é cerca de 1.501 mm de acordo com os dados da estação meteorológica de Espungabera e a estação chuvosa ocorre principalmente de Outubro e Abril, podendo registar maiores precipitações nos meses de Dezembro e Março.[1]

A evapotranspiração de referência média anual é de cerca de 1.170 mm. As temperaturas médias oscilam à volta de 20ºC e a média mínima de 15ºC.[1]

O distrito possui dois rios importantes de regime permanente, nomeadamente: Rio Búzi e Rio Mossurize, para além de outros rios de importância secundária, tais como os rios Chicambwe, Dacata, Muchenedzi,Zona, Chinyica, Rupice, Mucurumadzi, Lucite, Mavuaze e Mussessa. Existem ainda riachos complementares, afluentes dos rios principais, alguns dos quais de regime temporário.[1]

Em termos de potencialidades hídricas, o Rio Búzi denota condições naturais para a montagem de uma barragem de uma barragem hidroeléctrica.[1]

Divisão Administrativa[editar | editar código-fonte]

O distrito está dividido em três postos administrativos (Chiurairue, Dacata e Espungabera), compostos pelas seguintes localidades:


Ícone de esboço Este artigo sobre Moçambique é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. a b c d «Perfil Do Distrito de Mossurize» (PDF). Perfil Do Distrito de Mossurize. 2005. Consultado em 13 de maio de 2020