Movimento 23 de Março

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Membros do M23.

O Movimento de 23 de Março (em francês: Mouvement du 23-Mars), frequentemente abreviado como M23 e também conhecido como Exército Revolucionário Congolês[1], foi um grupo militar rebelde baseado em áreas orientais da República Democrática do Congo (RDC) que operava principalmente na província de Kivu do Norte. A rebelião do M23 em 2012 contra o governo da República Democrática do Congo levou ao deslocamento de um grande número de pessoas. Em 20 de novembro de 2012, o M23 tomou o controle de Goma, a capital provincial com uma população de um milhão de pessoas, mas foi solicitado a evacuá-la pela Conferência Internacional sobre a Região dos Grandes Lagos, uma vez que o governo da República Democrática do Congo finalmente concordou em negociar com o grupo. No final de 2013, as tropas congolesas, juntamente com as tropas da ONU, retomaram o controle de Goma e o M23 anunciou um cessar-fogo, afirmando que pretendia retomar as negociações de paz.[2]

Referências

  1. «DR Congo: Bunagana residents flee M23 clashes to Uganda». bbcnews.com. 1 de março de 2013 
  2. «Goma: M23 rebels capture DR Congo city». BBC News. 20 de novembro de 2012