Movimento Quit India

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O Movimento Quit India, ou o India August Movement, foi um movimento lançado na sessão de Bombaim do Comitê do Congresso da Índia por Mahatma Gandhi em 8 de agosto de 1942, durante a Segunda Guerra Mundial, exigindo o fim da dominação britânica da Índia.[1]

Após a Missão Cripps falhar, em 8 de agosto de 1942 Mahatma Gandhi fez um chamado denominado Do or Die em Bombay, no Gowalia Tank Maidan.[2] O Comitê do Congresso All India lançou um protesto em massa exigindo o que Gandhi chamou de "Um Ordenado Retirada Britânica" da Índia. Mesmo sendo tempo de guerra, os ingleses estavam preparados para agir. Quase toda a liderança do Congresso Nacional Indiano foi aprisionada sem julgamento poucas horas depois do discurso de Gandhi. A maioria passava o resto da guerra na prisão e fora de contato com as massas. Os britânicos tiveram o apoio do Conselho do Vice-rei (que tinha a maioria dos indianos), da Liga Muçulmana de Toda a Índia, dos estados principescos, da Polícia Imperial Indiana, do Exército Indiano Britânico e do Serviço Civil Indiano. Muitos empresários indianos que lucravam com gastos pesados ​​durante a guerra não apoiavam o movimento Quit India. Muitos estudantes prestaram mais atenção a Subhas Chandra Bose, que estava no exílio e apoiava os Poderes do Eixo. O único apoio externo veio dos americanos, quando o presidente Franklin D. Roosevelt pressionou o primeiro-ministro Winston Churchill a ceder a algumas das exigências indianas. A campanha da Quit India foi efetivamente esmagada.[3] Os britânicos se recusaram a conceder independência imediata, dizendo que isso só poderia acontecer depois que a guerra terminasse.

Ocorreram violências esporádicas de pequena escala em todo o país e os britânicos prenderam dezenas de milhares de líderes, mantendo-os presos até 1945. Em termos de objetivos imediatos, a Quit India faliu devido à repressão violenta, à fraca coordenação e à falta de um programa claro de ação. No entanto, o governo britânico percebeu que a Índia era ingovernável a longo prazo devido ao custo da Segunda Guerra Mundial, e a questão para o pós-guerra tornou-se a saída graciosa e pacífica.

Em 1992, o Reserve Bank of India emitiu uma moeda comemorativa de 1 rupia para marcar o Jubileu de Ouro do Movimento Quit India.[4]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «1942 Quit India Movement - Making Britain». www.open.ac.uk. Consultado em 1 de maio de 2018. Arquivado do original em 23 de junho de 2018 
  2. Quit India MovementRamesh Mishra R.C.Mishra (1 de outubro de 2017), Quit India Movement 09 August, 1942, consultado em 1 de setembro de 2018 
  3. Arthur Herman (2008). Gandhi & Churchill: The Epic Rivalry That Destroyed an Empire and Forged Our Age. [S.l.]: Random House Digital. pp. 494–99. ISBN 9780553804638 
  4. 1 Rupee Coin of 1992 - Quit India Movement Golden Jubilee, «Archived copy». Consultado em 12 de março de 2017. Cópia arquivada em 6 de abril de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.