Movimento diurno

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O movimento diurno (em latim: diurnus, lit. 'diario', de dies, lit. "dia") é um termo astronômico que se refere ao movimento aparente de objetos celestes (por exemplo, o Sol e estrelas) ao redor da Terra, ou mais precisamente, movimento em torno dos dois pólos celestes, ao longo de um dia[1] . É causado pela rotação da Terra em torno de seu eixo, de modo que quase todas as estrelas parecem seguir um caminho de arco circular chamado círculo diurno. O tempo para uma rotação completa é de 23 horas, 56 minutos e 4,09 segundos - um dia sideral. A primeira demonstração experimental desse movimento foi conduzida por Léon Foucault[2].

Referências

  1. «Diurnal Motion | COSMOS». astronomy.swin.edu.au. Consultado em 9 de janeiro de 2019 
  2. «Diurnal motion | astronomy». Encyclopedia Britannica (em inglês). Consultado em 9 de janeiro de 2019 
Ícone de esboço Este artigo sobre astronomia é um esboço relacionado ao Projeto Astronomia. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.