Mucama

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde agosto de 2018). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Mucama era a designação dada, no Brasil, a negra escrava sexual dos seus senhores. Assim também era conhecida a moça escolhida para auxiliar em serviços domésticos ou fazer companhia a pessoas da família, geralmente as sinhás. Ela era escolhida especialmente para essas funções e acabava sendo tida como escrava de estimação. Algumas vezes também era a ama-de-leite. Exemplo na literatura temos a mucama Lucinda de Joaquim Marcelo. As mucamas muitas das vezes eram submetidas por seus senhores a torturas físicas e psicológicas, físicas e sofriam estupro. Existem alguns romances que colocam tais personagens como heróis, e como conselheiras das filhas dos barões do café e dos proprietários de fazendas.