Mudança de Comportamento

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mudança de Comportamento
Álbum de estúdio de Ira!
Lançamento Maio de 1985
Gravação Março de 1985, no estúdio Nas Nuvens (RJ)
Gênero(s) Mod revival
Pós-Punk
Idioma(s) Português
Formato(s) LP, K7 e CD
Gravadora(s) WEA
Produção Pena Schimdt
Cronologia de Ira!
IRA
(1983)
Vivendo e Não Aprendendo
(1986)

Mudança de Comportamento é o álbum de estreia da banda de rock brasileira Ira!. Gravado no estúdio Nas Nuvens, no Rio de Janeiro, em março de 1985, o disco do grupo paulistano foi lançado em maio do mesmo ano.

História[editar | editar código-fonte]

Gravado em apenas nove dias, Mudança de Comportamento é um disco cujo título faz jus às transformações pelas quais o Ira! passava naquela fase. Além da adesão do ponto de exclamação em seu nome e do redirecionamento musical, passando do punk rock dos primeiros anos (e registrado em Ira, o single de 1984) para um estilo baseado na cultura mod, a banda ganhou uma nova formação com a entrada de dois novos componentes: o baixista Ricardo Gasparini, o Gaspa, companheiro de Nasi no grupo Voluntários da Pátria, ex-integrante do Cabine C e irmão de Ted Gaz (Fábio Gasparini), membro do Magazine; e o baterista André Jung, demitido dos Titãs no révellion de 1984 e convidado por Nasi para integrar o grupo em 2 de janeiro de 1985. Tal formação permaneceria imutável pelos 22 anos seguintes, consistindo numa das mais duradoras de um grupo do rock brasileiro.

"Núcleo Base" foi composta por Edgard Scandurra à época em que ele serviu para o Exército, representando um verdadeiro manifesto antialistamento militar. Além desta canção, destacaram-se a faixa-título, a balada "Tolices", e os rocks "Longe de Tudo" (com a linha de baixo baseada nas de "Start!", do Jam, e de "Taxman", dos Beatles) e "Coração".

O disco venderia 60 mil cópias à época de seu lançamento, e ganharia sua primeira edição em CD quinze anos depois, em 2000, quando a WEA aproveitou para lançar edições também digitalizadas e remasterizadas de Vivendo e Não Aprendendo e Amigos Invisíveis, primeiro trabalho-solo de Edgard. No remaster de Mudança de Comportamento foram incluídas como faixas bônus algumas canções registradas no show de lançamento do LP na danceteria Pool, em São Paulo, dentre elas "O Dia, A Semana, O Mês" (que só seria registrada no quarto disco do grupo, Clandestino) e "Não Consigo Me Entreter" (faixa inédita até o lançamento do álbum em CD).

Uma canção deste período, chamada "1914" (título que remete ao início da Primeira Guerra Mundial), foi incluída na trilha sonora do filme-animação Os Trapalhões no Rabo do Cometa. A faixa nunca foi lançada em CD, nem mesmo nas várias coletâneas que a WEA dedicou ao Ira!, lançadas ao término do contrato do grupo com a gravadora.

Alinhamento de faixas[editar | editar código-fonte]

Lado A[editar | editar código-fonte]

N.º Título Compositor(es) Duração
1. "Longe de Tudo"   Edgard Scandurra 3:16
2. "Núcleo Base"   Edgard Scandurra 3:47
3. "Mudança de Comportamento"   Edgard Scandurra 2:58
4. "Tolices"   Edgard Scandurra 4:31
5. "Coração"   Edgard Scandurra 2:34

Lado B[editar | editar código-fonte]

N.º Título Compositor(es) Duração
6. "Saída"   Edgard Scandurra 3:54
7. "Ninguém Precisa da Guerra"   Edgard Scandurra 3:32
8. "Por Trás de Um Sorriso"   Edgard Scandurra, Gasparini, Marcos Valadão, André Jung, Pena Schmidt 2:01
9. "Como os Ponteiros de Um Relógio"   Edgard Scandurra 2:15
10. "Sonhar Com Quê?"   Edgard Scandurra, Marcos Valadão 2:06
11. "Ninguém Entende um Mod!"   Edgard Scandurra 3:24

Faixas bônus (Edição remasterizada lançada em 2000)[editar | editar código-fonte]

  1. "O Dia, A Semana, O Mês" (ao vivo)
  2. "Não Consigo Me Entreter" (ao vivo) (Edgard Scandurra, Marcos Valadão)
  3. "Sonhar Com Quê?" (ao vivo) (Edgard Scandurra, Marcos Valadão)
  4. "Ninguém Precisa da Guerra" (ao vivo)

* Todas as faixas assinadas por Edgard Scandurra, exceto aquelas onde estiver indicada a autoria.

Formação[editar | editar código-fonte]

  • Nasi: Voz
  • Edgard Scandurra: Guitarra, Violão, Voz
  • Ricardo Gaspa: Baixo
  • André Jung: Bateria e Percussão

Participações especiais[editar | editar código-fonte]

  • Márcio Montarroyos: Trompete (em "Mudança de Comportamento")

Curiosidade[editar | editar código-fonte]

  • "Mudança de Comportamento", a música, seria regravada mais duas vezes pelo próprio Ira!: no álbum de covers Isso É Amor, de 1999, e no MTV Ao Vivo, um ano depois. Nasi interpretou as releituras de forma diferente da que registrou na versão original, ao corrigir a entonação e a divisão silábica no verso "uma delicada lembrança" (o vocalista interpretava o verso como "uma delícada lembrança", ou "uma delica da lembrança", na gravação de 1985). Em 2002, o Kid Abelha, em seu Acústico MTV, tocou a canção, com participação de Edgard no violão e na segunda voz.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • DAPIEVE, Arthur. BRock - O Rock Brasileiro dos Anos 80. 3a. Ed. São Paulo: Editora 34, 2000.
  • ALEXANDRE, Ricardo. Dias de Luta. São Paulo: DBA Artes Gráficas, 2002.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Ira! é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.