Mundo Bita

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Mundo Bita
Informação geral
Nome completo Mundo Bita
Origem Recife, Pernambuco
País  Brasil
Gênero(s) Infantil
Período em atividade 2011—presente
Gravadora(s)
Página oficial MundoBita.com.br


O Mundo Bita é um projeto de entretenimento infantil criado pelo músico e designer Chaps Melo em 2010.[1] Desde então, já lançou dezenas de singles musicais que arrecadaram diversas certificações de Ouro, Platina, Diamente e Diamante Duplo com milhões de singles vendidos.[2]

Surgimento[editar | editar código-fonte]

Primeira versão criada do personagem Bita

O Mundo Bita nasceu em Recife, Pernambuco, nos estúdios da Mr. Plot, uma produtora de conteúdo fundada por Chaps Melo e mais três amigos ― João Henrique Souza, Enio Porto e Felipe Almeida ―, todos pais que entenderam haver uma demanda por conteúdos de entretenimento infantil de qualidade. A grande jogada veio quando Chaps teve a ideia de resgatar aquele personagem gordinho de bigode laranja, trajando suspensório e cartola, que estampava a parede do quarto da filha, criado em 2010. Pode-se dizer que Bita tem a mesma idade de Anabel, filha mais velha de Chaps. Chaps conta que a inspiração para Bita veio de O Grande Circo Místico, disco de cabeceira do então músico amador.[3] Em 2010, Chaps e alguns amigos resolveram começar uma empresa para produzir conteúdo infantil. Segundo o mesmo, eles queriam fazer algo autoral, novo e diferente, foi quando Chaps mostrou os personagens criados por ele para ilustrar o quarto da filha pouco antes dela nascer, e o pessoal curtiu muito, pois eram diferentes de tudo o que havia na época, foi quando o batizaram de Bita. Inicialmente, ele seria o herói de um livro digital, mas a ideia não vingou e só foi salva quando em 2012 decidiram experimentar transporta-lo para as telas com clipes musicais. Filho de uma pianista e um desenhista industrial, Melo sempre teve contato com a música e tinha uma banda, mas nunca imaginou que viveria disso. Decidiu compor algumas letras, melodias e testar a ideia. “Ainda é um trabalho muito artesanal, feito devagar e com muito cuidado, pesquisa, carinho”, explica Melo.[4]

O nome do personagem mágico foi que veio depois: com o personagem escolhido, deu-se o batismo. Bita era um jogador do Náutico do qual o pai de Chaps gostava muito. Segundo ele, não foi homenagem ao time nem nada. A palavra tinha uma sonoridade interessante, facilmente traduzível para outras línguas, tornando-se um nome ótimo para a crianças conseguirem pronunciar Bita. Mas o sucesso não veio.

"Quase fechamos a empresa", lembra Chaps. "Nossa última cartada foi criar um novo aplicativo, 'Bita e os animais'. Me ofereci para fazer as músicas. Fiz três e gravei, acompanhado de dois amigos músicos que estão conosco desde então." Chaps, que até hoje compõe letra e melodia de todas as canções, além de acompanhar a produção de ilustrações e animações, trabalho que envolve 20 pessoas, lembra que um dos sócios foi a campo e conquistou dois grandes parceiros: a Sony Music Brasil, que logo se interessou em fazer um DVD, e o Discovery Kids.[5]

Com um público-alvo de crianças até 3 anos, Bita ganhou audiência e sua própria turminha: Tito, Lila e Dan, além de Flora, criada para ser a cantora do show, já que seu mentor não tem tempo para cumprir a agenda de apresentações pelo país. Recentemente, uniu-se a eles um amigo ilustre, Bituca, inspirado em Milton Nascimento, que cantou com Chaps no videoclipe “Trem das estações”, lançado em setembro.[6] Empolgado com o resultado, Milton ofereceu uma versão de “Bola de meia, bola de gude” para o novo amigo, com quem construiu o roteiro de mais um clipe, no ar desde dezembro.[7]

Os clipes de “'Bita e a Natureza" tiveram, em apenas um ano, mais de 150 milhões de visualizações no canal da animação no YouTube. Além disso, o projeto conta com mais de 3 bilhões de visualizações no canal em português e está presente em plataformas como Netflix, TV Brasil, Deezer e Spotify.[8]

Intérprete[editar | editar código-fonte]

Apesar de muita gente achar que é Bita o grande cantor, na verdade um dos Plots, seus ajudantes, que é o verdadeiro artista (a voz é de Chaps Melo). Nas animações musicadas do Mundo Bita (as canções são de autoria de Chaps e de João Henrique Souza), entram temas “mais óbvios”, como preservação da natureza e criação dos filhos até questões atualíssimas, como igualdade de direitos para meninos e meninas e inclusão de deficientes físicos. “São temas que não eram pensados antigamente, temas do mundo atual”, explica Chaps. Ele conta que muitos dos temas surgem de demandas das famílias nas redes sociais. “A gente falou esse ano de ficar doente, que era um tema que a gente nunca tinha pensado, mas importante, já que em toda família a criança pode ficar doente”.

Inclusão[editar | editar código-fonte]

Para temas mais delicados, a equipe da Mr. Plot consulta especialistas. “Quando a gente falou da inclusão dos deficientes físicos, A diferença que nos une, a gente foi buscar com o pessoal da AACD, que é parceira nossa”, diz Chaps. “Além disso, toda vez que a gente faz um show aqui no Recife, a gente busca fazer uma sessão extra com os participantes da AACD, com a galera que é portadora de necessidades especiais”.

Grammy Latino e parcerias famosas[editar | editar código-fonte]

Depois de atingir a marca de 2 bilhões de views em seu canal do YouTube, em 2018, Mundo Bita foi indicado para o Grammy Latino na categoria Melhor Álbum Infantil Latino com o álbum Bita e a Natureza (2017).[9] O álbum tem 12 composições e conta com participações de Milton Nascimento, Larissa Lisboa e Jr. Black. Foi a primeira vez que a animação, que é produzida pelo estúdio Mr. Plot, se inscreveu no prêmio. “O que mais me impactou foi quando o Milton Nascimento aceitou nosso convite pra fazer a parceria no clipe de Trem das Estações”, revela Chaps. “Um cara desse tamanho, um gênio da música mundial. Foi quando eu vi que a marca é realmente muito grande”. Para Chaps Melo, criador do Mundo Bita, a indicação ao Grammy Latino chegou no momento em que a Mr. Plot se prepara para levar o projeto para outros países. “Vejo no Bita uma forma diferente de lidar com o público infantil. Já começamos a fazer versões das animações em castelhano e temos o canal no YouTube Mundo Bita Español”, afirmou Chaps.[5]

Além de Milton Nascimento, Mundo Bita também teve a participação de grandes nomes da música popular brasileira, como Ivete Sangalo, Lulu Santos, Vanessa da Mata,Alceu Valença, entre outros artistas locais e regionais.[10][11][12][13]

Aniversário de 10 anos[editar | editar código-fonte]

Em junho de 2021 o Mundo Bita comemorou 10 anos.[14]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Título Detalhes do álbum Certificações[15]
Bita e os Animais
Bita e as Brincadeiras
  • Formatos:
    • CD
    • DVD
    • download digital
    • streaming
  • Gravadora: Sony Music
  • Lançado: 7 de outubro de 2014
  • BRA: 2× Platina
Bita e o Nosso Dia
  • Formatos:
    • CD
    • DVD
    • download digital
    • streaming
  • Gravadora:
    • Mundo Bita
    • Sony Music
  • Lançado: 25 de setembro de 2015
Bita e o Corpo Humano
  • Formatos:
    • CD
    • DVD
    • download digital
    • streaming
  • Gravadora: Sony Music
  • Lançado: 16 de setembro de 2016
Bita e a Natureza
  • Formatos:
    • CD
    • DVD
    • download digital
    • streaming
  • Gravadora: Sony Music
  • Lançado: 29 de setembro de 2017
Bita e o Nosso Mundo
  • Formatos:
    • download digital
    • streaming
  • Gravadora: Mundo Bita
  • Lançado: 18 de janeiro de 2019
Bita e o Circo
  • Formatos:
    • download digital
    • streaming
  • Gravadora: Mundo Bita
  • Lançado: 17 de janeiro de 2020

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. jc.ne10.uol.com.br. «Saiba como nasceu o Mundo Bita, animação feita em Pernambuco». Consultado em 16 de julho de 2020 
  2. pro-musicabr.org.br. «Certificados». Consultado em 16 de julho de 2020 
  3. Carolina Bendlin, Ana (23 de Fevereiro de 2018). «É fã do Mundo Bita? Conheça o designer que empresta sua voz ao simpático personagem». tribunapr.com.br. Consultado em 1 de Agosto de 2020 
  4. «Chaps Melo: "As pessoas se abraçaram ao Mundo Bita na pandemia"». El País. 14 de Julho de 2020. Consultado em 1 de Agosto de 2020 
  5. a b «Bita, personagem criado no Recife, vai ganhar carreira internacional». epocanegocios.globo.com. 13 de Janeiro de 2018. Consultado em 1 de Agosto de 2020 
  6. «Milton Nascimento ganha personagem na animação 'Mundo Bita'». extra.globo.com. 17 de Julho de 2017. Consultado em 1 de Agosto de 2020 
  7. «Mundo Bita - Bola de Meia, Bola de Gude ft. Milton Nascimento [clipe infantil]». YouTube. 22 de Dezembro de 2017. Consultado em 1 de Agosto de 2020 
  8. Moraes, Daniela (8 de Janeiro de 2020). «Com 3 bilhões de visualizações no Youtube, quem está por trás do fenômeno Mundo Bita?». jornalnh.com.br. Consultado em 1 de Agosto de 2020 
  9. «Animação pernambucana Mundo Bita é finalista do Grammy Latino 2018». g1.globo.com. 20 de Setembro de 2018. Consultado em 1 de Agosto de 2020 
  10. «Ivete Sangalo vira desenho animado em clipe do 'Mundo Bita'». circulandonews.com.br. 24 de Maio de 2019. Consultado em 1 de Agosto de 2020 
  11. «Lulu Santos vira animação em versão de 'Como uma onda' para crianças». extra.globo.com. 1 de Março de 2019. Consultado em 1 de Agosto de 2020 
  12. Sampaio, Joanice (18 de Setembro de 2018). «'Mãe Música', com participação especial de Vanessa da Mata, é o lançamento de setembro do Mundo Bita». papocult.com.br. Consultado em 1 de Agosto de 2020 
  13. poraqui.com. «Do Recife para o Grammy Latino: a história do Mundo Bita». Consultado em 16 de julho de 2020 
  14. Ricardo Lessa (18 de junho de 2021). «Personagens brasileiros ganham audiência». Valor Econômico. Consultado em 20 de junho de 2021 
  15. «Certificações de álbuns de Mundo Bita no Brasil». Pro-Música Brasil. Consultado em 15 de maio de 2021