Mundo Novo (Goiás)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outras cidades contendo este nome, veja Mundo Novo.
Mundo Novo
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Mundo Novo
Bandeira
Hino
Gentílico mundo-novense [1]
Localização
Localização de Mundo Novo em Goiás
Localização de Mundo Novo em Goiás
Mapa de Mundo Novo
Coordenadas 13° 46' 33" S 50° 16' 51" O
País Brasil
Unidade federativa Goiás
Municípios limítrofes São Miguel do Araguaia, Bonópolis, Uirapuru (Goiás), Nova Crixás, Mara Rosa
Distância até a capital 420 km
História
Fundação 10 de junho de 1980 (40 anos)
Aniversário 10 de junho
Administração
Prefeito(a) Hélcio Alves de Oliveira (PSD, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [2] 2 146,651 km²
População total (est. IBGE/2019[2]) 4 887 hab.
Densidade 2,3 hab./km²
Clima Seco
Altitude 263 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2000 [3]) 0,692 médio
PIB (IBGE/2008[4]) R$ 54 590,092 mil
PIB per capita (IBGE/2008[4]) R$ 7 893,30
Sítio mundonovo.go.gov.br (Prefeitura)

Mundo Novo é um município brasileiro do estado de Goiás.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 13º46'34" sul e a uma longitude 50º16'52" oeste, estando a uma altitude de 263 metros. Sua população estimada em 2019 foi de 4.887 habitantes.[2]

História[editar | editar código-fonte]

Mundo Novo originou-se da fazenda Nossa Senhora Aparecida, formada em 1960 por Valentim Lourenço, comprador de terras, procedente de São Paulo.

No local já havia um campo de pouso. Valentim, por volta de 1963, loteou 11 alqueires de suas terras para a formação do povoado, que logo atraiu outros pioneiros: Gabriel Falchi Fazendeiro, Wanderval de Faria, José Lau, Alexandrino Borges, Salvador Sgamatt,José Coelho de Almeida, Adãozinho e outros lavradores, fazendeiros e comerciantes.

Houve também invasões que contribuíram para formar um núcleo populacional desordenado, que acabou se integrando legalmente às áreas loteadas.

No início da década de 1980, Valentim Lourenço elegeu-se o primeiro prefeito da cidade, encerrando o processo de emancipação política da cidade.[5]

Prefeitos[editar | editar código-fonte]

  • Valentim Lourenço (1980-1988);
  • Jair Ferreira Bessa (1989-1992)
  • Carlos Osário Lacerda (1993-1996)
  • Guilhermino Ribeiro de Azambuja (1997-2000)
  • Nelson Corrêa de Menezes (2001-2004)
  • Maria Beatriz Alves de Azambuja (Bia) (2005-2008);
  • Elvilásio Limiro de Lima (2009–2012);
  • Helcio Alves de Oliveira (2013-2016).
  • Hélcio Alves de Oliveira (2017-2020).

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

  • Rio Crixás-Açu
  • Ribeirão Palmeiral
  • Córrego Jabuti
  • Córrego Tartaruga
  • Rio Crixás-Mirim
  • Rio Facão
  • Córrego São Jorge

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. [[1]]
  2. a b c «IBGE Cidades - Panorama». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 8 de fevereiro de 2020 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  5. IBGE. «Mundo Novo» (PDF). Consultado em 11/12/2010.  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Goiás é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.