Murçós

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Portugal Murçós 
  Freguesia portuguesa extinta  
Localização
Murçós está localizado em: Portugal Continental
Murçós
Localização de Murçós em Portugal Continental
Mapa de Murçós
Coordenadas 41° 40' 47" N 6° 58' 56" O
município primitivo Macedo de Cavaleiros
História
Extinção 28 de janeiro de 2013
Características geográficas
Área total 21,23 km²

Murçós é uma antiga freguesia portuguesa do município de Macedo de Cavaleiros, com 21,23 km² de área e 134 habitantes (2011). A sua densidade populacional era 6,3 hab/km².
Foi extinta (agregada) pela reorganização administrativa de 2012/2013,[1] sendo o seu território integrado na União de Freguesias de Espadanedo, Edroso, Murçós e Soutelo Mourisco.

A única localidade da antiga freguesia é a aldeia de Murçós. Fez parte do concelho de Torre de Dona Chama até à sua extinção. Depois passou para o de Vinhais e em 1855 para o actual concelho de Macedo de Cavaleiros.

Do seu património destaca-se a Igreja Matriz, a Capela de Santo António e os vestígios das Minas de Vale Escuro, que funcionaram até 1976 na extracção de estanho e volfrâmio.

É de notar a extrema importância desta aldeia para a cultura transmontana, uma vez que a verdadeira origem dos Caretos remonta para a mesma, fama posteriormente adotada por Podence.

População[editar | editar código-fonte]

População da freguesia de Murçós [2]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
315 377 353 346 382 338 314 396 540 695 543 431 282 206 134

Referências

  1. Lei n.º 11-A/2013, de 28 de janeiro: Reorganização administrativa do território das freguesias. Anexo I. Diário da República, 1.ª Série, n.º 19, Suplemento, de 28/01/2013.
  2. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes


Ícone de esboço Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.