Muralha romana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Os muros defensivos romanos são uma característica da arquitetura romana antiga. Os romanos geralmente fortificaram cidades, em vez de fortalezas, mas existem alguns campos fortificados, como os fortes de Saxon Shore, como o Castelo de Porchester[1] [2] na Inglaterra. As muralhas das cidades já eram significativas na arquitetura etrusca, e na luta pelo controle da Itália sob a primeira República, muitos outros foram construídos, usando diferentes técnicas.[3]

Muralhas famosas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. PORTCHESTER CASTLE
  2. Goodall 2008, p. 3
  3. Roman Walls por Andrew Curry (2017)

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Cornell, T. J. (1995). The Beginnings of Rome- Italy and Rome from the Bronze Age to the Punic Wars (c. 1000-264 BC). New York: Routledge. ISBN 978-0-415-01596-7 
  • Forsythe, Gary (2005). A Critical History of Early Rome. Berkley: University of California Press. ISBN 0-520-24991-7 
Ícone de esboço Este artigo sobre Roma Antiga e o Império Romano é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre arquitetura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.