Murder in Mesopotamia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Murder in Mesopotamia
Assassínio na Mesopotâmia (PT)
Morte na Mesopotâmia (BR)
Autor(es) Agatha Christie
Idioma inglês
País  Reino Unido
Gênero Romance policial
Editora Collins Crime Club
Lançamento 6 de julho de 1936
Páginas 288 (1ª edição, capa dura)
Edição portuguesa
Tradução Mascarenhas Barreto
Editora Livros do Brasil
Lançamento 1980
Edição brasileira
Tradução Milton Persson
Editora Nova Fronteira
Lançamento 1986
Cronologia
The A.B.C. Murders
Cards on the Table

Murder in Mesopotamia (Morte na Mesopotâmia[1], no Brasil / Assassínio na Mesopotâmia, em Portugal) é um romance policial de Agatha Christie, publicado em 1936. Conta com a participação do detetive Hercule Poirot.

Enredo[editar | editar código-fonte]

A enfermeira Amy Leatheran é contratada para tomar conta de uma mulher paranóica que acredita, e possivelmente com razão, que alguém está tentando assassiná-la. Essa mulher, Louise Leidner, foi casada com um espião no passado, que foi condenado a fuzilamento, mas fugiu. Todas as vezes em que se envolvia com outro homem, recebia uma carta anônima avisando-a que caso se casasse morreria, o que a impediu de fazê-lo diversas vezes. Anos depois, ela casa-se com um arqueólogo, Erich Leidner, e juntos vão com a equipe dele a um sítio arqueológico no Iraque, para uma expedição, durante a qual ela volta a receber as cartas ameaçadoras e a ver coisas estranhas a seu redor. Preocupado, seu marido contrata Amy para cuidar dela, mas não demora muito para que Louise seja brutalmente assassinada. Cabe a Poirot, que estava numa cidade próxima, solucionar o caso.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.