Murray Bookchin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Murray Bookchin
Nascimento 14 de Outubro de 1921
Nova York (EUA)
Morte 30 de junho de 2006 (84 anos)
Burlington, Vermont, (Estados Unidos)
Ideias notáveis Ecologia social, Municipalismo libertário, Naturalismo dialético

Murray Bookchin (Nova Iorque, 14 de janeiro de 1921Burlington, Vermont, 30 de julho de 2006) foi um escritor anarquista estado-unidense, fundador da escola da Ecologia Social.

Na juventude foi influenciado pelo marxismo e mais tarde derivou para o trotskismo mas foi gradualmente ficando cada vez mais desiludido com a coerção que viu como inerente ao marxismo-leninismo. Em alguns meios ficou conhecido por fazer críticas devastadoras ao marxismo usando linguagem marxista convencional. Nos anos 60 foi membro da Liga Libertária.

Durante os anos 1950 e 60, Bookchin construiu sobre os legados da filosofia social utópica e da teoria crítica, mudando a primazia do marxismo na esquerda e ligou crises ecológicas e urbanas contemporâneas aos problemas do capital e hierarquia social em geral.

Bookchin permaneceu um anti-capitalista radical defensor da descentralização da sociedade. Foi influente no movimento antiglobalização.

Em meados dos anos 1990 fundou o municipalismo. Alguns dizem que neste momento rompeu com o anarquismo. Entretanto suas idéias são cada vez mais uma flexização das idéias anárquicas.

Bookchin é o autor de alguns livros importantes, incluindo Anarquismo Pós-Escassez, A Ecologia da Liberdade, Sociobiologia ou Ecologia Social? e outras obras tratando do municipalismo libertário.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre a biografia de um anarquista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.