Museu Falológico Islândes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Museu Falológico Islândes
Tipo Temático
Inauguração 1997
Geografia
Localidade Reykjavik,  Islândia

Museu Falológico Islândes (nome original: Hið Íslenzka Reðasafn e em inglês: Icelandic Phallological Museum) é um museu temática localizado na cidade islandesa de Reykjavik. Todo o seu acervo é composto de peças dedicados ao falo (do latim phallus: um dos vários sinônimos para o pênis)[1].

Fundado em 1997 pelo professor Sigurður Hjartarson, possui um acervo de 280 exemplares de 93 espécies de animais e inclui 55 pênis retiradas de baleias e até de ratos. O maior pênis do museu e de uma baleia-azul que tem 1,70 metros de comprimento e o menor exemplar fálico é o de um hamster, com apenas 2 milímetros. Em 2011 o museu adicionou ao seu acervo um pênis humano de um doador de 95 anos que faleceu, mas tinha doado o órgão em vida. Em virtude de problemas na cirurgia, este exemplar é mantido num vidro de formol[2][3].

Além dos exemplares de espécies animais, o museu também possui esculturas em formatos fálicos

Referências