Museu Joaquim José Felizardo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O Museu Joaquim José Felizardo, instalado no Solar Lopo Gonçalves

O Museu de Porto Alegre Joaquim Felizardo é o museu histórico da cidade de Porto Alegre e está instalado no Solar Lopo Gonçalves, localizado na rua João Alfredo 582, em Porto Alegre, capital do estado do Rio Grande do Sul. Abre ao público na segunda-feira, das 13h às 17h30, de terça a sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h às 17h30.

Histórico[editar | editar código-fonte]

O Solar Lopo Gonçalves é um prédio histórico de Porto Alegre, construído provavelmente entre 1845 e 1855, numa chácara com fundos à Rua da Margem (atual João Alfredo), no bairro Cidade Baixa, para servir como residência da família de Lopo Gonçalves Bastos.

Lopo Gonçalves manteve vários negócios de comércio na cidade e parte da casa servia de senzala para os seus muitos escravos. Também desempenhou atividades filantrópicas, além de ter sido político, exercendo a vereança por dois mandatos e como suplente um terceiro período. Faleceu em novembro de 1872.

Com a progressiva urbanização da cidade, a chácara foi reduzindo em tamanho, mas manteve a produção. Em 1946 o Solar foi adquirido para servir de instalação de parte da fábrica de velas do arquiteto, empresário e político José Albano Volkmer. Em 1966, o Serviço de Assistência e Seguro Social dos Economiários (SASSE) adquiriu o solar, para construir um núcleo residencial para seus associados. Para tanto, solicitou à Prefeitura a demolição do Solar e a abertura de um logradouro que dividiria a propriedade, o que foi indeferido pelo Conselho do Plano Diretor e Divisão de Urbanismo.

Uma das salas de exposição
Foto antiga da Praça da Matriz

Em 1979 foi efetuada a permuta do solar entre a prefeitura e o IAPAS (extinto SASSE). O prédio foi tombado em 21 de dezembro de 1979. Em 1980 tiveram início as obras de restauração do solar, que foi inaugurado em 1982 e para onde transferiu-se o museu[1] .

Chamado originalmente Museu de Porto Alegre, teve seu nome modificado para Museu de Porto Alegre Joaquim José Felizardo por lei municipal de 23 de dezembro de 1993, a fim de homenagear o historiador e criador da Secretaria Municipal de Cultura[2] .

Foi reinaugurado em 17 de dezembro de 2007, depois de passar por restauro e reorganização.

Infra-estrutura[editar | editar código-fonte]

O museu possui a fototeca Sioma Breitman, cujo acervo cobre cerca de um século. É composta de cerca de 9 mil fotos, todas digitalizadas. Estas compõem o Banco de Imagens do museu, que proporciona ao público a possibilidade de realizar pesquisas em sistema de auto-atendimento através de computadores. Também apresenta a exposição de longa duração intitulada Transformações Urbanas: Porto Alegre de Montaury a Loureiro, contando a história dos primeiros planos de desenvolvimento urbano e das principais obras realizadas em Porto Alegre entre 1897 e 1943.

Além disso possui acervo arqueológico com mais de 180 mil evidências e miniaturas de antigas residências açorianas. Também apresenta exposições temporárias, promove cursos, debates, oficinas e outras atividades culturais.

Referências

  1. Museu de Porto Alegre PMC - acessado em abril de 2016
  2. Histórico Museu de Porto Alegre - acessado em abril de 2016

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]