Museu Nacional de Soares dos Reis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Museu Nacional de Soares dos Reis
Fachada do museu.
Tipo Arte e Artes decorativas do séc. XIX e início do séc. XX
Inauguração 1833 (185 anos)
Administração
Diretor(a) Maria João Gagean de Vasconcelos (2007 - presente)
Website oficial
Geografia
Localidade Rua de Dom Manuel II n.º 44, Miragaia
Cidade Porto
País Portugal

O Museu Nacional Soares dos Reis está instalado no Palácio dos Carrancas, que foi residência de Manuel Mendes de Morais e Castro, na freguesia de Miragaia, na cidade e Distrito do Porto, em Portugal. Trata-se de um museu de belas artes, artes decorativas e arqueologia.

Historial[editar | editar código-fonte]

O palácio dos "Carrancas" foi propriedade de Manuel Mendes de Morais e Castro, cristão novo, embora tenha sido contestada esta condição de convertido ao cristianismo, que tinha o privilégio real da fabricação de galões de ouro e desenvolvia a sua actividade comercial para o Reino de Portugal.

O Museu Portuense, também conhecido por Ateneu D. Pedro IV, foi mandado organizar oficialmente entre 9 e 11 de abril de 1833 por iniciativa do regente D. Pedro, Duque de Bragança[1]. Constitui-se, assim, como o mais antigo museu público de arte de Portugal[1]. O museu foi primeiramente instalado no edifício do Convento de Santo António da Cidade, actual edifício da Biblioteca Pública Municipal do Porto, em Santo Ildefonso. A galeria de exposição permanente do museu ocupava o antigo refeitório dos monges capuchos, situado no rés do chão do edifício. No andar superior situava-se uma sala destinada ao estudo e exposições temporárias[1].

Em 1911, o museu passou a designar-se Museu de Soares dos Reis em homenagem aquele escultor portuense. Grande parte ordo espólio do escultor faz parte da coleção do Museu, sendo talvez a obra mais emblemática a escultura em mármore de nome O desterrado.

Sala com esculturas no interior do Museu

O Palácio dos Carrancas, nome dado pelo Povo a Manuel Mendes de Moraes e Castro, foi vendido à Santa Casa da Misericordiosa Em 1940, o Estado adquiriu à Santa Casa de Misericórdia o Palácio dos Carrancas para o qual muito contribuiu o empenho do seu então diretor, Vasco Valente.

Concluídas as obras de adaptação do novo edifício, com projeto do engenheiro Fernandes de Sá, o museu foi inaugurado em 1942. À época, as alterações mais notáveis consistiram na transformação das oficinas da antiga fábrica em galeria com iluminação zenital, destinada à pintura. Assim como, a criação de outra galeria, desta feita de escultura, para alojar a obra de Soares dos Reis.

Em 1940-42, o Museu foi enriquecido com o depósito das coleções do Museu Municipal do Porto. De museu clássico, destinado às Belas-Artes, passou a museu misto incorporando as chamadas artes decorativas, que assentavam bem a um Porto industrial.

Sob a direção do escultor Salvador Barata Feyo, na década de 1950, o Museu adquiriu obras de pintura e escultura a jovens artistas.

Cecilia, de Henrique Pousão (1882).

Em 1992, na sequência da criação do Instituto Português de Museus, o Museu Nacional Soares dos Reis iniciou um projeto de remodelação e expansão, da autoria do arquiteto Fernando Távora, concluido em 2001.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Palácio dos Carrancas

Colecções[editar | editar código-fonte]

O acervo do museu contabiliza mais de 13000 peças, das quais cerca de 3000 correspondem a desenho e pintura[2]. As restantes distribuem-se por coleções de escultura, gravura, artes decorativas (mobiliário, faiança, porcelana, vidros, ourivesaria, joalharia, têxteis) e coleções arqueológicas [1].

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b c d VVAA, (2001). Museu Nacional de Soares dos Reis. Roteiro da Colecção. Instituto Português de Museus. p. 13.
  2. Santos, Paula Maria Mesquita Leite, (2011). ‘MARCAS DO TEMPO’ - ENSAIOS SOBRE PINTURA DE MESTRES DA ANTUÉRPIA NOS MUSEUS DO PORTO. Tese de Doutoramento. Departamento de História de Arte da Universidade de Santiago de Compostela.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Museu Nacional de Soares dos Reis
Ícone de esboço Este artigo sobre museus, integrado no Projecto Grande Porto é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.