Museu de idiomas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Obeliscos do Afrikaans Language Museum and Monument, instituição criada para promover a língua africâner.

Museu de idiomas ou museu linguístico é um tipo de museu dedicado à exposição de fatos sobre uma língua ou grupo de línguas.

Características[editar | editar código-fonte]

Símbolos do Alfabeto Fonético Internacional, também conhecido como AFI, neste caso a descrever a pronúncia da palavra francesa ébauche, que significa "rascunho".

Os museus de idiomas contemporâneos procuram aliar conhecimentos linguísticos a modernos recursos audiovisuais e de multimídia em suas exposições, procurando dar ao visitante uma visão estimulante, inspiradora e panorâmica sobre os seus mais diversos usos, tanto no presente quanto no decorrer de sua evolução história.

Muito embora sejam normalmente voltados para grandes grupos linguísticos, temos igualmente aqueles dedicados a um único idioma, tais como o Museu da Língua Portuguesa, inaugurado em 21 de março de 2006, na cidade de São Paulo, e o Museu da Língua Africâner (Afrikaanse Taal Museum) [1], fundado em 14 de agosto de 1975, na África do Sul.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • Alguns dos museus linguísticos são inteiramente virtuais, tratando-se de websites sobre a história e o desenvolvimento das línguas.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Em português
Em inglês
Em africâner e inglês
Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.