Mutatis mutandis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Mutatis mutandis é uma expressão advinda do latim que significa "mudando o que tem de ser mudado"[1]. Pode ser, grosso modo, entendida como: “com as devidas modificações”, “com os devidos descontos”[2]. Tal expressão é geralmente empregada a respeito de uma sentença ou ideia anteriormente citada e compreendida pelo leitor. Ela indica, assim, que posteriormente algo fora alterado ou que se pode fazer uma analogia de tal fato, porém tomando as devidas proporções e alterações necessárias.

É um termo geralmente utilizado em Filosofia, Economia e Direito[1], para dar parâmetros a uma sentença que possui um novo termo, ou trazer à tona a aplicação de uma série de mudanças já depreendidas e assimiladas. Pode, entretanto, ser aplicado a qualquer outro caso que tenha como termos os significados sobre-explicados, tais como em Matemática, Demografia, Estatística ou Atuária.

Em outro sentido, pode significar também "com as mudanças necessárias" ou "no que couber".

Referências

  1. a b «O Juridiquês: Mutatis mutandis - veja como usar». Gran OAB. 3 de março de 2017. Consultado em 6 de julho de 2018. 
  2. «Sua Língua » mutatis mutandis». sualingua.com.br. Consultado em 6 de julho de 2018.