My Life (álbum de Mary J. Blige)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
My Life
Álbum de estúdio de Mary J. Blige
Lançamento 28 de Novembro de 1994
Gravação 1993-1994
Gênero(s) R&B, hip hop soul, soul, new jack swing
Duração 64:59
Gravadora(s) Uptown/MCA
Produção Diddy (Executivo), The Hitmen (Incluindo Chucky Thompson & Nashiem Myrick), Poke, Mr. Dalvin
Certificação 3× Platina (RIAA)
Cronologia de Mary J. Blige
What's the 411?
(1992)
Share My World
(1997)
Singles de My Life
  1. "Be Happy"
    Lançamento: 26 de Outubro de 1994
  2. "I'm Going Down"
    Lançamento: 18 de Janeiro de 1995
  3. "Mary Jane (All Night Long)"
    Lançamento: 8 de Fevereiro de 1995
  4. "You Bring Me Joy/I Love You"
    Lançamento: 28 de Maio de 1995
  5. "My Life"
    Lançamento: 29 de Junho de 1995
Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Allmusic 4 de 5 estrelas.[1]
Robert Christgau hm3[2]
Entertainment Weekly (B)[3]
NME (7/10)[4]
The Rolling Stone Album Guide 3.5 de 5 estrelas.[5]

My Life é o segundo álbum de estúdio da cantora norte-americana Mary J. Blige, lançado em 28 de Novembro de 1994 pela Uptown em parceria com a MCA Records. As seções de gravação do álbum começaram no outono de 1993 (no hemisfério sul seria na primavera) e terminaram quase um ano depois. Muitos dos tópicos de My Life lidam com depressão, a luta de Blige contra o álcool e as drogas e com um relacionamento abusivo. Assim como seu álbum de estréia What's the 411?, My Life contou com uma vasta produção de Puff Daddy, que providenciou um estilo mais hip hop ao álbum.

Considerado seu primeiro álbum de sucesso, My Life se tornou seu segundo álbum a atingir o top 10 da Billboard 200, chegando ao número sete. O álbum foi nomeado no Grammy Awards de 1996 para Melhor Álbum de R&B, mas perdeu para o CrazySexyCool de TLC, enquanto que em Dezembro do mesmo ano, o álbum foi certidicado 3x platina pela RIAA, pelo excesso de envios de mais de três milhões de cópias.[6]

Embora tenha recebido críticas médias quando foi lançado, a recepção do álbum com os críticos tem melhorado com o passar do tempo, com alguns considerando-o um dos melhores álbuns de todos os tempos. Em 2002, a revista Blender classificou My Life como o 57º melhor álbum americano de todos os tempos.[7] Em 2003, a Rolling Stone o escolheu como o 279º na lista dos melhores álbum de todos os tempos,[8] e em 2006 a revista Time o incluiu na lista dos 100 melhores álbuns da história.

Gravação[editar | editar código-fonte]

Seguindo o sucesso de seu álbum de estréia What's the 411? e uma versão remix em 1993, Blige foi para o estúdio no outono para gravar seu segundo álbum, My Life. O álbum foi um sucesso para Blige, que na época estava com depressão, lutando contra o vício em álcool e drogas e também com um relacionamento abusivo com o cantor K-Ci Hailey, o que foi reportado em vários tablóides. A produção do álbum conta primeiramente com samples de artistas de soul como Curtis Mayfield, Roy Ayers, Al Green, Marvin Gaye e Rick James.

Desempenho nas paradas musicais[editar | editar código-fonte]

Em sua semana de lançamento, My Life estreou na sétima posição da Billboard 200 americana e no topo da parada musical Top R&B/Hip-Hop Albums, onde permaneceu durante oito semanas sem precedentes. O álbum vendeu 231,000 cópias em sua primeira semana. Em última análise, passou 46 semanas na Billboard 200 e 84 semanas na Top R&B/Hip-Hop Albums. O álbum também alcançou o número 37 no Canadá, e o número 59 no Reino Unido.[9] Em 13 de Dezembro de 1995, My Life recebeu três discos de platina da Recording Industry Association of America (RIAA), por envios de três milhões de cópias nos Estados Unidos.

Faixas[editar | editar código-fonte]

N.º Título Duração

Paradas musicais[editar | editar código-fonte]

Parada musical (1994-95) Melhor
posição
Canadian Albums Chart[10] 37
UK Albums Chart[9] 59
E.U.A Billboard 200[11] 7
E.U.A Billboard R&B/Hip-Hop Albums[12] 1

Aclamações[editar | editar código-fonte]

Publicação País Aclamação Ano Posição
Blender Estados Unidos The 100 Greatest American Albums of All time 2002 57
Entertainment Weekly The 100 Best Albums from 1983 to 2008 2008 70
Rolling Stone 50 Essential Female Albums 2002 17
Rolling Stone The 100 Greatest Albums of the 90s 2010 63
Rolling Stone The 500 Greatest Albums of All Time 2003 279
Rolling Stone The Essential Recordings of the 90s 1999 *
Time Top 100 Albums of All Time 2006 *
Vibe 100 Essential Albums of the 20th Century 1999 *
Vibe 150 Albums That Define the Vibe Era (1992-2007) 2007 *
The Rough Guide Soul: 100 Essential CDs 2000 *
The New Nation Reino Unido Top 100 Albums by Black Artists 38
FNAC França The 1000 Best Albums of All Time 2008 862


Referências

  1. Swihart, Stanton. "My Life - Mary J. Blige". Allmusic. Retrieved on 2010-03-13.
  2. Christgau, Robert (17 de janeiro de 1995). «Consumer Guide». The Village Voice. New York. Christgau's three-star honorable mention rating is clarified at his website. Consultado em 10 de fevereiro de 2013. 
  3. Hopkins, Tracy (1994-11-25). "My Life Review". Entertainment Weekly. Retrieved on 2010-03-13.
  4. «Review: My Life». London. NME: 34. 7 de janeiro de 1995 
  5. Hoard, Christian (2004). "The Rolling Stone Album Guide". Rolling Stone. Retrieved on 2010-03-13.
  6. United States Certifications My Life. riaa.com. Retrieved on 2010-03-13.
  7. Columnist. My Life Accolades. acclaimedmusic.net. Retrieved on 2010-03-13.
  8. Columnist. The 500 Greatest Albums of All Time. Rolling Stone. Retrieved on 2010-03-13.
  9. a b [1]
  10. «Database Search». CRIA. Consultado em 29 de julho de 2007. 
  11. Gráfico ilegal entrouall
  12. Gráfico ilegal entrouall «What's the 411? (1992)» Verifique valor |url= (ajuda). Billboard. Nielsen Business Media. Consultado em 24 de julho de 2009. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]