Não Adianta Chorar (samba)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Não Adianta Chorar é o título de um samba de autoria do compositor Heitor dos Prazeres, que deu em 20 de janeiro de 1929 o prêmio de campeã ao então Conjunto Carnavalesco Oswaldo Cruz, atual Portela no primeiro concurso entre as agremiações de samba,[1] realizado na casa de Zé Espinguela, situada na Rua Adolpho Bergamini, bairro do Engenho de Dentro.[2]

O concurso, idealizado por Zé Espinguela reuniu, além da vencedora, a própria Mangueira e a Estácio de Sá. Espinguela, apesar de pertencer à Mangueira e ser o único jurado, reconheceu a superioridade do samba de Prazeres.[1]

Vale lembrar que o samba não era um samba-enredo, pois não descrevia um enredo e não possuía as principais características do gênero. Também não foi o concurso de 1929 uma disputa entre escolas de samba, pois o conceito ainda não existia, e nem houve na casa de Espinguela um desfile carnavalesco, com outros quesitos além do próprio samba.

Referências

  1. a b «Escolas de Samba no carnaval 2008». Consultado em 3 de abril de 2010. Cópia arquivada em 20 de abril de 2009 
  2. «Capítulo 1». Academia do Samba. Consultado em 4 de junho de 2010 
Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.