Não Verás País Nenhum

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Não verás país nenhum)
Ir para: navegação, pesquisa
Não Verás País Nenhum
Autor(es) Ignácio de Loyola Brandão
Idioma Português
País  Brasil
Género Romance
Localização espacial São Paulo
Lançamento 1981

Não Verás País Nenhum é um romance brasileiro de Ignácio de Loyola Brandão publicado originalmente em 1981.

Não verás país nenhum começou como um conto, O homem do furo na mão, e se transformou em um romance[1].

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Em São Paulo, num futuro não muito distante, Souza, morador de um velho edifício no centro, percebe que tem um furo na mão. Em busca de uma resposta a esse fato inusitado, Souza percorre a cidade congestionada, os engarrafamentos transformados em depósitos de ferro-velho, um cenário caótico de uma hipotética São Paulo do amanhã.

Adaptações teatrais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Revista Cândido n.º 9 (Abril de 2012). Entrevista - Ignácio de Loyola Brandão, pág. 8.
Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.