Nélio José Nicolai

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Nélio José Nicolai
Nascimento 27 de abril de 1940
Belo Horizonte
Morte 11 de outubro de 2017 (77 anos)
Brasília
Cidadania Brasil
Alma mater Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais
Ocupação inventor

Nélio José Nicolai (Belo Horizonte, 27 de abril de 1940Brasília, 11 de outubro de 2017) foi um eletrotécnico brasileiro. Cursou eletrotécnica pelo Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (CEFET-MG), e desenvolveu posteriormente tecnologias na área de telecomunicações.[1][2][3]

Nélio reivindicava ter inventado identificador de chamadas (ou Bina) além de também um "equipamento controlador de chamadas entrantes no terminal telefônico do usuário", registrado no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (Brasil) em 7 de julho de 1992 (n. 92.026.249), e um "sinal de advertência em chamada entrante para terminal ocupado denominado de Salto", registrado no dia 6 do mês seguinte (n. 92.031.099).

Em 2003 a Justiça Federal do Rio de Janeiro suspendeu liminarmente os efeitos da patente n. PI9202624-9. A decisão notou evidências de que a tecnologia descrita na patente copiava invenções anteriores e não preenchia os requisitos legais. A decisão segue em vigor até hoje, já tendo sido confirmada cerca de 10 (dez) vezes por quatro juízes diferentes e pelo Tribunal Regional Federal da 2a Região.

Após 20 anos em disputa judicial, a 2ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios determinou, em decisão liminar e sem a condução de exame pericial, que operadora indenize o inventor em 10% do valor cobrado pelo serviço de identificação de chamadas por usuários em cada aparelho. A operadora recorreu da decisão, que foi suspensa pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios.[4]

Reconhecimento[editar | editar código-fonte]

O inventor recebeu as seguintes homenagens:

- Certificado e uma medalha de ouro da Organização Mundial da Propriedade Intelectual (WIPO/OMPI) e um selo da série Invenções Brasileiras, concedido pelo Ministério das Comunicações. [5]

- Título de Grão Mestre da Ordem do Mérito das Comunicações

- Medalha do Mérito Irineu Marinho

- Medalha Roberto Simonsen (Patrono da Insdústria)

- Medalha do Mérito Santos Dumont

- Honra ao Mérito da Cidade de Belo Horizonte

- Cidadão Honorário de Brasília

Nélio José Nicolai e uma de suas várias condecorações.

- Selo comemorativo dos Correios

Morte[editar | editar código-fonte]

Nélio Nicolai morreu em 11 de outubro de 2017, aos 77 anos de idade.[6]

Referências

Nélio José Nicolai, cuja família luta pela patente e royalties do Bina (identificador de chamadas).

6. http://br.noticias.yahoo.com/quebra-patentes-pesadelo-g%C3%AAnio-brasileiro-201900224--finance.html

Ligações externas[editar | editar código-fonte]