Nó de caminhoneiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde outubro de 2017). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Nó de Caminhoneiro ou Nó Carioca, é utilizado na amarração de cargas ou no estiramento de cabos que necessitam grande pressão. Constitui-se de uma alça no seio do cabo que é utilizada para aplicar força, resultando no estiramento do cabo. É um dos nós utilizados para estirar cabos na instalação de sistemas de cabo aéreo (tirolesa).

O truque destes nós é a multiplicação da força aplicada pelo princípio das roldanas móveis (coisa que aprendemos no Segundo Grau). Funciona como uma talha usada em oficinas para levantar motores.

Cada volta pelo olhal e seio do cabo multiplica a força aplicada por dois (2,4,8,16...). Mas tem um detalhe: na talha existem roldanas para eliminar o atrito. Dependendo do tipo de cabo utilizado, as múltiplas voltas no nó geram tanto atrito contra o olhal e o seio que com mais de duas pode ser impraticável tracionar.

Ver também[editar | editar código-fonte]