Nórdico antigo ocidental

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Nórdico Antigo Ocidental)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Extensão aproximada do nórdico antigo ocidental no começo do século X:
   Dialeto Nórdico Antigo Ocidental

O Nórdico Antigo Ocidental era um grupo de dialetos do Nórdico Antigo, falados na Noruega, Islândia e Ilhas Faroé, entre os anos de 800 e 1300. Foi também levado pelos viquingues às suas comunidades na Escócia, Inglaterra e Irlanda.[1] Típico do nórdico antigo ocidental é ter conservado os antigos ditongos, ao contrário do nórdico antigo oriental. [2]

O Nórdico Antigo Ocidental fragmentou-se e modificou-se sucessivamente, dando origem às atuais línguas germânicas setentrionais: islandês, feroês, norueguês (nynorsk) e norueguês (bokmål). Destas, a mais próxima do nórdico antigo é o islandês.[3][4]

A literatura medieval islandesa e norueguesa - com destaque para a Edda e para as sagas islandesas - foi escrita no dialeto nórdico antigo ocidental, pelos noruegueses chamado de norrönt e pelos islandeses de fornnorræna, frumnorræna ou norræna. [5][6]

Referências

  1. Bo Ralph. «Fornvästnordiska» (em sueco). Enciclopédia Nacional Sueca. Consultado em 18 de maio de 2015. 
  2. Aszev. «De fornnordiska dialektområdena» (em sueco). The Ascevarium. Consultado em 30 de maio de 2015. 
  3. Staffan Hellberg. «Nordiska språk» (em sueco). Enciclopédia Nacional Sueca 
  4. «Norsk språkhistorie» (em norueguês). Store Norske Leksikon - Grande Enciclopédia Norueguesa 
  5. «Norsk språkhistorie» (em norueguês). Store Norske Leksikon - Grande Enciclopédia Norueguesa 
  6. Asbjørn. «Norrøn litteratur: Oversikt over litteraturen» (em norueguês). Norrøn litteratur 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Fritzner, Johan; Sophus Bugge e Carl Rickard Unger (2013). Ordbog Over Det Gamle Norske Sprog. [S.l.]: Nabu Press. ISBN 9781294121213