Núcleo de Estudos Oeste de Minas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde junho de 2019). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

O Núcleo de Estudos Oeste de Minas (NEOM) é vinculado à Associação Brasileira de Preservação Ferroviária (ABPF). Sua função principal é promover a divulgação histórica das ferrovias do Brasil, sobretudo da Estrada de Ferro Oeste de Minas, cuja sede é localizada em São João del-Rei.

Histórico[editar | editar código-fonte]

A Associação Brasileira de Preservação Ferroviária - ABPF reúne interessados na preservação e divulgação da história da ferrovia brasileira. Foi fundada em 1977 pelo francês Patrick Henri Ferdinand Dollinger, um apaixonado por locomotivas a vapor e por ferrovias.

ABPF em São João del-Rei[editar | editar código-fonte]

A ABPF teve profundas relações com a cidade de São João del-Rei, mesmo antes do início das atividades do NEOM. No início da década de 1980, quando do fechamento comercial da EFOM, a ABPF foi crucial na preservação do trecho São João del-Rei a Tiradentes.

Além disso, no fim da década de 1980, a ABPF chegou à constituir uma regional em São João del-Rei (que, na época, seria a primeira fora de Campinas), porém, houve a atuação política "bairrista" de alguns políticos locais, temendo, sem qualquer fundamento, a retirada de materiais da EFOM para levar para São Paulo, o que travou o processo. O então presidente da RFFSA chegou a vir à São João del-Rei na ocasião para sacramentar a entrega do Complexo da EFOM à ABPF, o que não se concretizou.

A ASPEF[editar | editar código-fonte]

A Associação São-Joanense de Preservação e Estudos Ferroviários - ASPEF foi fundada em setembro de 1999, visando a preservação e manutenção dos remanescentes da Estrada de Ferro Oeste de Minas - EFOM, além de estimular estudos sobre as ferrovias em Minas Gerais. Em 2009 os sócios da ASPEF resolveram propor à ABPF a incorporação da ASPEF à mesma, tendo em vista que as atividades eram próximas e que quase todos os sócios da ASPEF eram também sócios da ABPF.

A criação do NEOM[editar | editar código-fonte]

Em Assembleia Nacional, ocorrida dia 23 de janeiro de 2010, a Associação Brasileira de Preservação Ferroviária - ABPF incorporou, por unanimidade, a ASPEF. Surge assim o Núcleo de Estudos Oeste de Minas da ABPF.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]