Número de identificação pessoal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Número de Identificação Pessoal (PIN, sigla oriunda do original em inglês Personal Identification Number) é o número que antecedeu as senhas nos bancos modernos, para acessar os caixas automáticos.[1]

PIN também é o nome usual para as senhas de pelo menos quatro caracteres usadas em chips de telefonia celular, cartões de tecnologia smart card e outras aplicações.[2]

O PIN originou-se com a introdução do ATM em 1967, como uma maneira eficiente para que os bancos dispensem dinheiro a seus clientes. O primeiro sistema ATM foi o do Barclays em Londres, em 1967; Ele aceitou cheques com codificação legível por máquina, em vez de cartões, e combinou o PIN com a verificação. Em 1972, o Banco Lloyds emitiu o primeiro cartão bancário para incluir uma faixa magnética codificadora de informações, usando um PIN para segurança.[3]

Referências

  1. Jarunee Wonglimpiyara (2005). Strategies of Competition in the Bank Card Business. [S.l.: s.n.] p. 1-3 
  2. «ATM inventor John Shepherd-Barron dies at 84». Los Angeles Times. 19 de maio de 2010 – via Associated Press 
  3. «Royal honour for inventor of Pin». BBC. 16 de junho de 2006. Consultado em 5 de dezembro de 2007 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre economia é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.