NEOS - A Nova Áustria

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
NEOS - A Nova Áustria
NEOS - Das Neue Österreich
Líder Beate Meinl-Reisinger
Fundação 2012
Sede Viena,  Áustria
Ideologia Liberalismo
Social liberalismo
Liberalismo económico
Pró-europeísmo
Espectro político Centro
Ala jovem JUNOS - Jung liberale NEOS
Afiliação europeia ELDR
Grupo no Parlamento Europeu Aliança dos Democratas e Liberais pela Europa
Cores Magenta e Preto

O NEOS - A Nova Áustria, com o nome oficial de NEOS - A Nova Áustria e Foro Liberal (em alemão: NEOS – Das Neue Österreich und Liberales Forum) é um partido político austríaco.

O partido foi fundado em 2012[1], e concorreu às Eleições legislativas na Áustria de 2013, numa lista conjunta com o Foro Liberal e os Jovens Liberais[2].

Em 2014, o Foro Liberal dissolveu-se, integrando-se no NEOS[3][4] e, os Jovens Liberais tornaram-se a ala jovem do partido[5].

O partido segue uma linha liberal[6], defendendo o liberalismo económico e o social liberalismo, além de ser um firme apoiante do federalismo europeu[4].

Resultados eleitorais[editar | editar código-fonte]

Eleições legislativas[editar | editar código-fonte]

Data CI. Votos % +/- Deputados +/- Status
2013 6.º 232 946
5,0 / 100,0
9 / 183
Oposição
2017 4.º 268 518
5,3 / 100,0
Aumento0,3
10 / 183
Aumento1 Oposição

Eleições europeias[editar | editar código-fonte]

Data CI. Votos % +/- Deputados +/-
2014 5.º 229 781
8,1 / 100,0
1 / 18
2019 5.º 319 024
8,4 / 100,0
Aumento0,3
1 / 18
Estável

Referências

  1. «Die „Neos"-Liberalen». DiePresse.com. plus.google.com/113451486957785313038. Consultado em 14 de novembro de 2015 
  2. «Die Neos: Neue Partei mit grüner Unterstützung». DiePresse.com. plus.google.com/113451486957785313038. Consultado em 14 de novembro de 2015 
  3. «Fusion von NEOS und LIF bestätigt - news.ORF.at». news.ORF.at (em alemão). 25 de janeiro de 2014. Consultado em 14 de novembro de 2015 
  4. a b «Austria's Freedom Party sees vote rise - BBC News». BBC News (em inglês). Consultado em 14 de novembro de 2015 
  5. «Julis heißen nun Junos und sind Teil der Neos». derStandard.at. Consultado em 14 de novembro de 2015 
  6. «Parties and Elections in Europe». www.parties-and-elections.eu. Consultado em 14 de novembro de 2015