Nvidia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de NVIDIA)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Nvidia Corporation
Sediada em Santa Clara em 2018
Empresa de capital aberto
Slogan "The way it's meant to be played." (em português: "Da maneira que é suposto ser jogado.")
Cotação NASDAQ: NVDA
Atividade
Fundação 20 de Abril de 1993
Fundador(es)
  • Jensen Huang
  • Chris Malachowsky
  • Curtis Priem
Sede Santa Clara, Califórnia, EUA
Área(s) servida(s) Mundo
Presidente Jensen Huang
Pessoas-chave Colette M. Kress (Diretora financeira)
Empregados 11,528 (Janeiro de 2018)[1]
Produtos
Marcas GeForce, Grid, ION, NVS, Quadro, Tegra, Tesla.[2]
Subsidiárias NVIDIA Advanced Rendering Center
Lucro Aumento US$3.047 bilhões (2017)[1]
LAJIR Aumento US$3.210 bilhões (2017)[1]
Faturamento Aumento US$9.714 bilhões (2017)[1]
Website oficial

Nvidia Corporation (mais comumente referida como Nvidia, estilizada como NVIDIA ou, devido ao seu logotipo, nVIDIA) é uma empresa multinacional de tecnologia incorporada em Delaware e com sede em Santa Clara, Califórnia.[3] Ela projeta unidades de processamentos gráficos (GPUs) para os mercados de jogos e profissionais, bem como o sistema em unidades de chip (SoCs) para o mercado de computação móvel e automotivo. Sua linha principal de produtos GPU, denominada "GeForce", está em concorrência direta com os produtos "Radeon" da Advanced Micro Devices (AMD). A Nvidia expandiu sua presença na indústria de jogos com seus portáteis Shield Portable, Shield Tablet e Shield Android TV.

Desde de 2014,[carece de fontes?] Nvidia mudou para se tornar uma empresa de plataforma focada em quatro mercados – jogos, visualização profissional, data centers e auto. Nvidia também está agora concentrada na inteligência artificial.[4]

Além da fabricação de GPU, a Nvidia fornece recursos de processamento paralelo a pesquisadores e cientistas que permitem a execução eficiente de aplicativos de alto desempenho. Eles são implantados em sites de supercomputação em todo o mundo.[5][6] Mais recentemente, passou para o mercado de computação móvel, onde produz processadores móveis Tegra para smartphones e tablets, bem como sistemas de navegação e entretenimento de veículos.[7][8][9] Além da AMD, seus concorrentes incluem Intel, Qualcomm e Arm (por exemplo, devido a Denver, enquanto a Nvidia também licencia os projetos da Arm).

Produtos[editar | editar código-fonte]

Nvidia Shield Tablet.

História[editar | editar código-fonte]

Fundada em 1993, se tornou uma das principais empresas produtora de placas de vídeo do mundo, dessa forma fica interessante a investigação de sua trajetória até esse momento:

  • 1993 - Jensen Huang, Chris Malachowsky e Curtis Priem fundam NVIDIA.
  • 1994 - Primeira parceria estratégica associada com SGS-Thompson.
  • 1995 - Lança o primeiro produto nV1.
  • 1996 - Primeira drivers Directx Microsoft são divulgados.
  • 1997 - Lançamento de Riva 128, 1 milhão de unidades são vendidas nos primeiros 4 meses.
  • 1998 - Parceria assinada com TSMC.
  • 1999 - Inventa a GPU.
  • 2000 - Adquire gráficos pioneiros 3DFX.
  • 2001 - Entra no mercado com placas integradas usando NFORCE.
  • 2002 - Nomeada Companhia de crescimento mais rápido da América.(FORTUNE 2002 - As 100 companhias de crescimento mais rápido).
  • 2003 - Adiquire MEDIA Q.
  • 2004 - Lança SLi, permitindo que multiplas GPUs sejam linkadas e aumentando drasticamente o poder gráfico.
  • 2005 - Desenvolve um processador para Sony Playstation 3.
  • 2006 - Arquitetura CUDA é divulgada.
    • Embarca seus 500 milhões de processadores gráficos.
    • Adquire Graficos Híbridos.
  • 2007 - Nomeada pela Forbes a Companhia do Ano.
    • Atinge a receita de 1 bilhão no primeiro trimestre.
    • Ganha um Emmy concedido pelo impacto de sua inovação nos processadores gráficos sobre a industria de entretenimento.
    • Lança Tesla GPU. O poder de computação previamente avaliada em supercomputadorers faz amplamente acessível para pesquisadores para campos como descobrimento de drogas, imagem médica e modelo de tempo.
    • Adiquire PortalPlayer. Fornecedor de semicondutores, firmware e softwares pessoais de media players
  • 2008 - Processador Tegra Mobile é lançado
  • 2009 - Arquitetura Fermi é lançada na inagural conferência de tecnologia GPU.
  • 2010 - Força da Nvidiano supercomputador mais rápido do mundo.
  • 2011 - Lançamento do Tegra 2.
  • 2012 - Lançamento do Kepler aquitetura base de GPUs.
  • 2013 - Lançamento Tegra 4 família de processador mobile é introduzido.
  • 2014 - ANDROID GAMING atinge o ponto de flash com o lançamento da Nvidia Tegra K1, Shield Tablet
  • 2015 - NVIDIA mergulha no DEEP LEARNING com o drive Tegra X1.
  • 2016 - Revolução de Inteligência artificial com PASCAL, DGX-1 e Drive PX2
  • 2017 - Promoção da moderna IA com GPU DEEP LEARNING com VOLTA
  • 2018 - Reinvenção de computadores gráficos com arquitetura TURING
  • 2019 - Anuncia avanços nos mercados de HPC, EMBEDDED, Data Center, Veículo Autônomo e Gráficos Profissionais.
  • 2020 - Conclui a aquisição da MELLANOX.
    • A Mellanox, líder em tecnologia de interconexão de alto desempenho, é adquirida, unindo duas das empresas líderes mundiais em HPC.

Tecnologias[editar | editar código-fonte]

NVIDIA DLSS[editar | editar código-fonte]

O NVIDIA DLSS (Deep Learning Super Sampling) é uma tecnologia inovadora de renderização por AI que leva a fidelidade visual a um nível totalmente novo usando processadores de AI Tensor Core dedicados em placas de vídeo GeForce RTX™ . O DLSS aproveita o poder de uma rede neural de deep learning para aumentar as taxas de frames e gerar lindas imagens nítidas para seus games. Você obtém até mesmo o desempenho necessário para maximizar as configurações de ray tracing e aumentar as resoluções de saída.

A renderização por AI dos Tensor Cores dedicados oferece um desempenho incrível, impulsionando as taxas de frames e oferecendo o espaço necessário para aumentar as configurações e a resolução dos gráficos para até 8K. Ela usa renderização avançada por AI para produzir imagens de qualidade comparável à resolução nativa (ou até melhor) enquanto só renderiza de maneira convencional uma fração dos pixels. As novas técnicas temporais de feedback oferecem a você detalhes de imagem incrivelmente nítidos e estabilidade aprimorada de frame para frame.

O DLSS usa o poder dos supercomputadores da NVIDIA para treinar e melhorar seu modelo de AI. Os modelos atualizados são entregues na sua Máquina GeForce RTX  através dos drivers Game Ready. Depois, os Tensor Cores usam seus teraflops de potência de AI dedicada para executar a rede de AI do DLSS em tempo real. Isso significa que você tem a potência da rede do supercomputador DLSS para ajudar a impulsionar seu desempenho e resolução.

Com o DLSS você pode escolher vários modos de qualidade de imagem: de Qualidade a Ultra Performance (dependendo do game). Você pode escolher como deseja equilibrar a qualidade e o desempenho, controlando a resolução de renderização interna do game. O Modo Performance permite uma superresolução por AI de até 4X (ou seja, 1080p -> 4K), enquanto o novo Modo Ultra Performance possibilita uma superresolução por AI de até 9X (1440p -> 8K) .

RAY TRACING[editar | editar código-fonte]

Simula o comportamento físico da luz para proporcionar uma renderização em tempo real e com qualidade cinematográfica - até mesmo nos games mais visualmente intensos.

s 3D[editar | editar código-fonte]

  • NV1 - Primeiro chip gráfico da nVidia.
  • RIVA 128 e RIVA 128ZX - Primeiro processador gráfico a oferecer suporte a DirectX, nesta época em sua versão 5. Suporta também a primeira versão do OpenGL.
  • VANTA, VANTA LT
  • RIVA TNT, RIVA TNT2 - Suporte a DirectX 6 e OpenGL 1. Foi a partir dessas placas de aceleração gráfica que a nVidia começou a dominar o segmento de processamento gráfico.

A partir da serie GeForce, os chipsets se ocuparam praticamente de todo o processo gŕafico, constituindo o que a NVIDIA nomeia de GPU (Graphic Processing Unit - Unidade de processamento gráfico).

  • GeForce Series - Linha de GPUs Destinadas a Desktops.
    • GeForce 256
    • GeForce 2: MX 200, MX 400, GTS, Pro, Ti e Ultra.
    • GeForce 3: Ti 200 e Ti 500.
    • GeForce 4: MX 420, MX 440, MX 460, Ti 4200, Ti 4400, Ti 4600 e Ti 4800.
    • GeForce FX (5): (DirectX 8.0, 8.1 o últimamente 9.0b por hardware) composta pelos modelos FX 5950 Ultra, FX 5900, FX 5800, FX 5700, FX 5600, FX 5500, FX 5300 e FX 5200.
    • GeForce 6: (DirectX 9.0c por hardware) composta pelos modelos 6800 Ultra, 6800 GT, 6800, 6600 GT, 6600, 6500, 6200, 6150 e 6100 (AGP).
    • GeForce 7: (DirectX 9.0c por hardware) composta pelos modelos 7950 GX2, 7950 GT, 7900 GTX, 7900 GTO, 7900 GT, 7900 GS, 7800 GTX, 7800 GT, 7800 GS, 7600 GT, 7600 GS, 7300 GT, 7300 GS, 7300 LE, 7100 GS e 7025 GT.
    • GeForce 8: (microarquitetura codinome Teslai) 8300GS, 8400GS, 8500 GT, 8600 GT, 8600 GTS, 8800 GS, 8800 GTX, 8800 Ultra, 8800 GT, 8800 GTS, 8800 GTX, 8800 Ultra.
    • GeForce 9: (microarquitetura Tesla melhorada) 9100 G, 9300 GS, 9400 GT, 9500 GT, 9500 GS, 9600 GT, 9600 GS, 9600 GSO, 9600 GSO 512, 9600 GTX, 9800 GX2, 9800 GTX, 9800 GT.
    • GeForce 200: (microarquitetura Tesla melhorada) GT 205, GT 210, GT 220, GT 230, GT 240, GTS 250, GTX 260, GTX 275, GTX 280, GTX 285 e GTX 295.
    • GeForce 300: (microarquitetura Tesla melhorada) GT 310, GT 315, GT 320, GT 330 e GT 340.
    • GeForce 400: (microarquitetura codinome Fermi) GT 420, GT 430, GT 440, GTS 450, GTX 460, GTX 465, GTX 470 e GTX 480.
    • GeForce 500: (microarquitetura Fermi melhorada) GT 520,GTX 550Ti, GTX 560, GTX 560Ti, GTX 570, GTX 580 e GTX 590.
    • GeForce 600: (microarquitetura codinome Kepler), salvo modelos 610, 620 e 630 baseados em Fermi) GT 610, GT 620, GT 630, GT 640, GTX 650, GTX 650Ti, GTX 650Ti BOOST, GTX 660, GTX 660Ti, GTX 670, GTX 680, GTX 690 e GTX TITAN.
    • GeForce 700: (microarquitetura Kepler melhorada, exceto os modelos 750 e 750 Ti, estes são baseados na microarquitetura Maxwell) GTX 750, GTX 750Ti, GTX 760, GTX 770, GTX 780, GTX 780Ti, GTX TITAN Black e GTX TITAN Z.
    • GeForce 900: (microarquitetura codinome Maxwell) GTX 950, GTX 960, GTX 970, GTX 980, GTX 980Ti e GTX TITAN X.
    • GeForce 1000: (microarquitetura codinome Pascal) GT 1030, GTX 1050, GTX 1050Ti, GTX 1060, GTX 1070, GTX 1070Ti, GTX 1080, GTX 1080Ti e TITAN X.
    • GeForce 2000: (microarquitetura codinome Turing) RTX 2060, RTX 2070, RTX 2080, RTX 2080 Ti

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d «Annual Report (Form 10-K)» (PDF). Consultado em 17 de março de 2018 
  2. «Lista de GPUs da NVIDIA». Consultado em 14 de julho de 2020 
  3. https://investor.nvidia.com/investor-resources/faqs/default.aspx
  4. Freund, Karl (17 de novembro de 2016). «NVIDIA Is Not Just Accelerating AI, It Aims To Reshape Computing». Forbes. Consultado em 6 de maio de 2018 
  5. Clark, Don (4 de agosto de 2011). «J.P. Morgan Shows Benefits from Chip Change». WSJ Digits Blog. Consultado em 6 de maio de 2018 
  6. «Top500 Supercomputing Sites». Top500. Consultado em 6 de maio de 2018 
  7. Burns, Chris. «2011 The Year of Nvidia dominating Android Superphones and tablets». SlashGear. Consultado em 6 de maio de 2018 
  8. «Tegra Super Tablets». Nvidia. Consultado em 6 de maio de 2018 
  9. «Tegra Super Phones». Nvidia. Consultado em 6 de maio de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.