Na Baixa do Sapateiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
"Na Baixa do Sapateiro"
Single de Carmen Miranda
Formato(s) 78 rpm
Gravação 17 de outubro de 1938
Duração 3 min 10 s
Gravadora(s) Odeon Records
Composição Ary Barroso

Na Baixa do Sapateiro é um samba composto por Ary Barroso e gravado por Carmen Miranda em 1938.

História[editar | editar código-fonte]

Em outubro de 1938, no auge do governo ufanista de Getúlio Vargas, Carmen gravou este clássico de Ary Barroso em clima de superprodução, com um arranjo de Simon Bountman para o aparato de grande orquestra da gravadora Odeon Records.[1]

Informações da canção[editar | editar código-fonte]

A música "Baía" como é conhecida internacionalmente, foi composta originalmente como "Na Baixa do Sapateiro" por Ary Barroso em 1938, e foi uma das composições de maior sucesso daquele ano. A canção inicialmente era para ter sido incorporada na trilha sonora do filme Banana da Terra, com Carmen Miranda, mas Barroso e o diretor do filme, Wallace Downey, não foram capazes de chegar a um acordo. Em vez disso, acabou sendo substituída por "O Que É que a Baiana Tem?" de Dorival Caymmi. A composição de Caymmi tornou-se a inspiração para o figurino exagerado da "baiana", usado por Carmen. Uma versão em inglês de "Na Baixa do Sapateiro" foi incorporada ao filme Você Já Foi a Bahia? produzido pela Disney em 1944, e se tornou tão popular que um milhão de cópias de partituras foram impressas nos Estados Unidos, só em 1945.[2]

Referências

  1. Eduardo Dusek]]. «Carmen Miranda:melodias Cifradas Para Guitarra, Violão e Teclados». Consultado em 30 de outubro de 2014. 
  2. Mark Slobin. «Global Soundtracks: Worlds of Film Music». Consultado em 08 de setembro de 2014.  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma canção é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.