Nadežda Petrović

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Nadežda Petrović
Надежда Петровић
Nadežda Petrović
Nascimento 12 de outubro de 1873
Čačak, Principado da Sérvia
Morte 3 de abril de 1915 (41 anos)
Valjevo, Reino da Sérvia
Nacionalidade Sérvia
Área Pintura e desenho
Movimento(s) Fauvismo e impressionismo

Nadežda Petrović (em sérvio: Надежда Петровић) (Čačak, 12 de outubro de 1873Valjevo, 3 de abril de 1915) foi uma pintora sérvia do século XIX e início do século XX, enfermeira e uma das poucas mulheres fotógrafas em zona de guerra de sua época. É considerada a mais famosa pintora impressionista e fauvimista servia de sua época.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nadežda nasceu na cidade de Čačak, Principado da Sérvia, em 1873, filha de Dimitrije e Mileva Petrović.[2] Teve nove irmãos, incluindo o escritor e diplomata, Rastko Petrović. Sua mãe era professora e parente do proeminente político sérvio Svetozar Miletić.[3][4] Seu pai era professores de arte e litratura e colecionador, mais tarde trabalhando como coletor de impostos e escritor, principlamente sobre pintura e arte.[5]

Quando seu pai caiu doente no final da década de 1870, a família foi obrigada a se mudar para a cidade de Karanovac, a moderna Kraljevo, com uma última mudança em 1884 para Belgrado.[6] A casa onde a família morou na capital acabou sendo destruída pela Luftwaffe durante a Segunda Guerra Mundial.[7]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Nadežda demonstrou talento para a pintura muito cedo e assim ela se tornaria aprendiz de Đorđe Krstić, tendo estudado também em uma escola para mulheres, de onde se formou em 1891.[8] Em 1893 começou a dar aulas de arte em uma escola e depois na universidade em Belgrado. Depois de receber uma bolsa do governo sérvio, ela foi para Munique estudar arte com Anton Ažbe. Foi quando ela teve contato com a arte moderna de Wassily Kandinsky, Alexej von Jawlensky e Paul Klee, que viriam a influenciar grandemente seu trabalho.[3]

Sua dedicação à arte lhe custou a vida pessoal, quando em 1898 ela desfez um noivado com um engenheiro civil depois que a sogra não concordou com um dote tão alto. Ela retornaria à Sérvia em 1900, onde aproveitou para visitar museus e galerias, indo a concertos e peças de teatro. Dedicou bastante tempo em aprender idiomas estrangeiros.[3]

Sua primeira exposição foi em Belgrado, em 1900.[9] Ela também ajudou a organizar a primeira exposição de arte ioguslava e a primeira colônia artística do país. Em 1902, Nadežda começou a lecionar em uma instituição de ensino superior para mulheres e no ano seguinte fundou o Círculo das Irmãs Sérvias, uma organização humanitária dedicada a ajudar grupos étnicos sérvios em territórios otomanos em Kosovo e na Macedônia.[3][10]

Dinar sérvio homenageando Nadežda Petrović

Em 1904, Nadežda se mudou para a casa da família em Resnik, um bairro de Belgrado, onde focou em suas pinturas. Seu mais famosos trabalho, Resnik, foi feito neste período. Nos próximos anos, ela se envolveria também com os círculos patrióticos sérvios.[11] Coletava donativos para ajudar as pessoas pobres na Sérvia e protestou várias vezes contra a anexção da Bósnia e Herzegovina pelo Império Austro-Húngaro.[12]

Em 1910, esteve em Paris, para visitar seu amigo, o escultor Ivan Meštrović.[13] Quando soube da morte do pai, ela retornou à Sérvia em abril de 1911 e voltou a lecionar. Em 1912, sua mãe morreu. Com a eclosão das Guerras dos Balcãs, Nadežda foi enfermeira voluntária e ganhou uma Medalha por Bravura, uma medalha da Ordem de St. Sava e outra da Cruz Vermelha por seus trabalhos humanitários.[3]

Últimos anos[editar | editar código-fonte]

Continuou cuidando de soldados feridos sérvio até 1913, quando contraiu tifo e cólera. Nadežda tinha pouco tempo para pintar nessa época, mas produziu um de seus quadros mais conhecidos, The Valjevo Hospital.[14] Nadežda estava na Itália quando a Áustria-Hungria declarou guerra à Sérvia, em julho de 1914. Ela imediatamente retornou para auxiliar o Exército Sérvio.

Morte[editar | editar código-fonte]

Nadežda era enfermeira voluntária em Valjevo, quando caiu doente de febre tifoide e ela morreu em 3 de abril de 1915.[3]

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Painting and sculpture in the twentieth century». Serbian Unity. Consultado em 23 de maio de 2016 
  2. Rade, R. Babić (2008). «Nadežda Petrović − a female painter and a nurse» (PDF). Istorija Medicine. 10: 1 
  3. a b c d e f Jovanov, Jasna M. «Nadezda Petrovic s obe strane objektiva» (PDF). Spomen Zbirka Pavla Beljanskog. Consultado em 23 de julho de 2020 
  4. «Nadežda Petrović: Heroina zaljubljena u boje». Elle.rs. Consultado em 23 de maio de 2016 
  5. Jovanov, Jasna M. «Photography as an (E)Vocation of the Painter. Forgotten Hobby of Nadežda Petrović». Spomen Zbirka Pavla Beljanskog. Consultado em 23 de julho de 2020 
  6. «"Ja hoću da sam slikar, a ne žena, žena ima dosta…" – Nadežda Petrović». slikeiprilike.com. Consultado em 23 de julho de 2020 
  7. «Надежда Петровић – фотограф и модел». Politika Online. Consultado em 23 de julho de 2020 
  8. «Nadežda Petrović, između nerazumevanja i slave». Avant Art Magazin. 27 de março de 2014. Consultado em 23 de julho de 2020 
  9. «Nadežda Petrović Biography». Уметничка галерија Надежда Патровић Чачак. Consultado em 23 de julho de 2020 
  10. «Kolo srpskih sestara - Čuvarke tradicije i humanizma». 011info - najbolji vodič kroz Beograd. Consultado em 23 de julho de 2020 
  11. Separovic, Ana. «Recepcija djela Nadežde Petrović u hrvatskoj likovnoj kritici» 
  12. Miljković, Ljubica (2007). «Nadežda Petrović». Muzej Grada Novog Sada. 14 páginas. ISBN 978-86-7637-030-6 
  13. Osservatorio Balcani e Caucaso (ed.). «Nadežda Petrović, slikarka jedne prekretnice». Osservatorio Balcani e Caucaso. Consultado em 23 de julho de 2020 
  14. Merenik, Lidija. «Nadežda Petrović: Projekat i sudbina, Topy i Vojnoizdavački zavod, Beograd 2006». Nadežda Petrović: Projekat i sudbina, Topy i Vojnoizdavački zavod, Beograd 2006 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Nadežda Petrović
  • Značaj slikarstva Nadežde Petrović por Đorđe Popović, 1938.
  • Nadežda Petrović kao preteča današnjeg našeg savremenog slikarstva por Pjer Križanić, Politika, 1938.
  • Značaj slikarstva Nadežde Petrović por Đorđe Popović, 1938.
  • Prilog monografiji Nadežde Petrović por Bojana Radajković, pgs. 194–201, 1950.
  • Nadežda Petrović, od desetletnici njene smrti por France Meseel, 1925.
  • Propovodenici jugoslovesnke ideje među Srbijankama por Jelena Lazarević, 1931.