Naj Tunich

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Naj Tunich é uma gruta natural e um importante sítio arqueológico maia situado na Guatemala. A importância das grutas como lugares sagrados da cultura maia não havia sido realmente percebida pelos arqueólogos até à descoberta desta gruta em Poptún, sul de Petén, Guatemala em 1980. Os estudos arqueológicos intensificaram-se na década seguinte, tendo revelado o maior conjunto arquitectónico alguma vez encontrado numa gruta, além de túmulos de pedra únicos em que eram sepultados membros da elite local e do maior (e provavelmente melhor) conjunto de inscrições e pinturas maias alguma vez encontrado em grutas[1].

Trata-se de um sítio sagrado utilizado desde o período pré-clássico, cerca de 100 a.C. até ao período clássico 550 a 900, ainda que a altura de maior utilização tenha sido o clássico inicial 250 - 550. Naj Tunich é um termo maia para gruta e significa literalmente casa de pedra, pois as grutas eram vistas como locais habitados pelos deuses.

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. http://www.calstatela.edu/academic/anthro/jbrady/najtunich/Naj%20Tunich%201.htm Summary of Naj Tunich Cave Archaeology, James E. Brady, Department of Anthropology, Cal State LA

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Stone Andrea J. 1995-Images from the Underworld Naj Tunich and the Tradition of Maya Cave Painting ISBN 978-0-292-75552-9
  • Brady, James E. y Sandra Villagrán de Brady, 1991 -La arqueología de la cueva Naj Tunich: Patrones de utilización ritual. En II Simposio de Investigaciones Arqueológicas en Guatemala, 1988 (editado por J.P. Laporte, S. Villagrán, H. Escobedo, D. de González y J. Valdés), pp.179-186. Museo Nacional de Arqueología y Etnología, Guatemala. [1]
  • Andrea Stone—Regional Variation in Maya Cave Art. Journal of Cave and Karst Studies 59(1): 33-42. [2]
  • Science News 1998 Vol 154 No. 4 [3]
Ícone de esboço Este artigo sobre arqueologia ou arqueólogos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.