Naldo Benny

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Naldo Benny
Informação geral
Nome completo Ronaldo Jorge Silva
Também conhecido(a) como Naldo
Nascimento 19 de abril de 1979 (39 anos)
Local de nascimento Rio de Janeiro
Origem Bonsucesso
Gênero(s)
Ocupação(ões)
Período em atividade 1996–presente
Gravadora(s) Universal Music
Afiliação(ões) Naldo & Lula
Influência(s)
Página oficial Site oficial
Naldo Assinatura.png

Naldo Benny, nome artistico de Ronaldo Jorge Silva (Rio de Janeiro, 19 de abril de 1979) é um cantor, compositor e dançarino brasileiro. Em 1996 formou dupla com seu irmão Lula e começou a cantar em eventos e bares. Em 2009 começou a trabalhar em seu primeiro trabalho solo.[1] Nesse mesmo ano lançou, seu primeiro álbum de estúdio, Na Veia.[2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Francisnaldo Jorge Silvanete nasceu em 19 de abril de 1981 no bairro Bonsucesso, Rio de Janeiro. Seu pai é soldador elétrico e sua mãe, já falecida, era dona de casa.[3] Filho de família neopentecostal, ele começou a cantar em uma igreja ao lado de sua casa, ainda criança.[4] Aos 15 anos fez aulas de canto e de vários instrumentos musicais.[5]

Carreira[editar | editar código-fonte]

1996–08: Carreira com Naldo & Lula[editar | editar código-fonte]

Em 1996 formou dupla com seu irmão Lula e começou a cantar em eventos e bares.[6][7][8] Em 1999 chegaram a gravar um disco pela EMI que não foi lançado por problemas burocráticos.[9] O CD continha composições dos dois irmãos. Segundo Naldo, era um disco altamente pop, que já dava uma dica do cantor que ele viria a se tornar. Em 2001 lançaram o single físico promocional da música “Chinelada”. Pouco tempo depois lançaram o primeiro e único álbum da dupla Naldo & Lula. Porém, devido a pouca divulgação, tanto a música como o CD não tiveram repercussão nas rádios. Segundo entrevista a rádio FM O Dia, Naldo não gostava muito e achava que não tinha a ver com ele, portanto, hoje em dia considera como início da carreira a fase a partir de 2005. [10][11][12]

Suas músicas lançadas a partir de 2005 fizeram sucesso relativo nas rádios e festas do Rio de Janeiro e de algumas outras cidades próximas. A primeira canção lançada em várias rádios da cidade foi ‘’Tá Surdo’’, em 2005, com produção de DJ Marlboro.[13] Já o primeiro sucesso a nível nacional foi ‘’Como Mágica’’, em 2007, que alcançou rádios de todo o país ficando entre as mais tocadas e levando a dupla a diversos programas de TV como Domingão do Faustão, Eliana, entre outros.[14][15] Pouco antes do fim da dupla, em 2008, o segundo CD com as recentes músicas lançadas estava quase pronto, porém, não chegou ser lançado.[16] Em 2008 seu irmão Lula foi encontrado morto em uma favela do Rio de Janeiro, depois de um mês desaparecido.[17]

2009–presente: Carreira solo[editar | editar código-fonte]

Em 2009 começou a trabalhar em seu primeiro trabalho solo.[18] Nesse mesmo ano lançou, seu primeiro álbum de estúdio, Na Veia, que contou com 12 composições de sua autoria sozinho e com parceiros, dentre as quais "Na Veia", "Como Mágica" (com Lula) e "Seu Jorge" (com Alexandre Pires e Lula).[19] Em 2011 lançou o álbum ao vivo Na Veia Tour, gravado durante um show realizado no Citibank Hall no Rio de Janeiro, que contou com o repertório de antigos sucessos como "Chantilly", "Me chama que eu vou", "Meu corpo quer você", e ainda com quatro inéditas "Eu venci", "Eu quero você", "Outra vez" e "Minha Cinderela". Nesse show recebeu como convidados os artistas Xande de Pilares, Preta Gil e Buchecha.[20] Nesse mesmo ano a gravação de "Meu corpo quer você", com a participação de Preta Gil, foi incluída na trilha sonora da novela Salve Jorge, da Rede Globo.[21] Teve composições interpretadas por vários artistas, dentre os quais Belo, Perla, Elba Ramalho, Roupa Nova e Claudinho e Buchecha.[19] Em 2012, convida Fat Joe Florida para participar na música "Se joga".[22]

Com o sucesso, o cantor anunciou que estaria mudando seu nome artistico de Naldo para 'Naldo Benny'.[23] Ele explicou à rádio Beat98 que Benny vem do hebraico e significa "abençoado".[4] Em maio de 2013 lançou um disco de vinil, Benny Elétrico, contendo seus últimos singles em versões de estúdio e remixes.[24] Em 6 de novembro de 2015 lançou seu segundo álbum de estúdio #Sarniô.[25] Em 2017 assinou com a Universal e, em 29 de maio, lançou o EP Conexões.[26][27]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Apesar de não ser religioso, Naldo foi criado em uma família que frequenta a Assembleia de Deus, onde seus pais tem o cargo de guardiões.[28][29][30][31] Em 1995, Naldo saiu da casa dos pais para morar com sua primeira namorada, a empresária Branka Silva. O casal teve um filho, Pablo Jorge, nascido em 1998. Em 2003, após oito anos vivendo juntos, oficializaram a união em uma cerimônia civil, mas se separaram em 2010, e se divorciaram em 2017.[32] Em entrevistas, Branka admitiu ter feito quatro abortos, e que foi obrigada pelo ex-marido a fazer isso, já que possuíam uma condição financeira difícil, e ele não queria ser pai novamente.[33][34] Em 2010, Naldo começou a namorar a dançarina Ellen Cardoso, com quem foi viver junto em 2013. Em 26 de fevereiro de 2015 nasceu a única filha do casal, Maria Victória. Ellen já tem um filho do primeiro casamento, assim como Naldo.[35][36]

Em dezembro de 2017 seu casamento com Ellen chegou ao fim, quando ele foi denunciado por Ellen, que o acusou de tê-la agredido. Naldo também foi preso por possuir uma arma em sua residência sem possuir habilitação para porte de arma. Sua ex-esposa veio a público afirmar que Naldo a traía com Ellen, e que depois que ele casou com Ellen, Branka voltou a se relacionar com Naldo, mas que logo se separaram. O mais polêmico fato foi que Branka afirmou que também era constantemente traída e agredida por Naldo durante o casamento que tiveram. Branka atualmente está separada do segundo marido, com quem teve uma filha.[37]

Características artísticas[editar | editar código-fonte]

Estilo musical e influências[editar | editar código-fonte]

Suas músicas são classificadas como dos gêneros R&B e pop. Naldo disse que não se interessa pelo "funk proibido", afirmando: "Eu nem entro neste universo, acho que não precisa ser assim. Dá para fazer um som para cima, animado, com nível e sem perder a classe."[2] Ele cita Chris Brown e Kanye West como suas influências musicais.[38][39]

Composições[editar | editar código-fonte]

Como o próprio cantor afirma suas composições de música funk não apelam para uma linguagem erótica. O crítico musical Silvio Essinger relatou: "Acho o show dele ótimo" [...] "Naldo tem uma voz acima da média, com extensão. E conhece os artifícios para conquistar o público. Desde apelar para o sentimentalismo, ao falar do irmão, até alternar entre momentos R&B e algo mais.[40]

Em 6 de fevereiro de 2013, Marina Simões, do Diario de Pernambuco, publicou um artigo escrito por Tiago Barbosa afirmando que o artista encontrou um flanco aberto para o gosto musical brasileiro a partir da repaginação do funk e da mistura desenvolvida com pitadas da música eletrônica [...] Considerado o Chris Brown brasileiro, Naldo removeu os termos mais pesados do estilo proibidão dos hits executados nos bailes cariocas e imprimiu uma cadência dançante – sem perder a malícia e a sensualidade características das composições.[41][42] As canções dele falam de amor, de balada, de relacionamento sem a idealização levada ao extremo do romantismo ou o apelo erótico explícito habitual dos MCs.[43] A dosagem entre a medida certa de sentimento e realidade, a exemplo do fenômeno visto com o sertanejo universitário, permitiu ao cantor ser pop e desfrutar de prestígio entre públicos distintos e avessos a rótulos pregados nos estilos dos quais ele próprio se alimenta.[44]

Apresentações ao vivo[editar | editar código-fonte]

Durante o ano de 2012, Naldo fez apresentações em diversos programas televisivos nacionais. Em 7 de outubro de 2012, o artista fez uma apresentação ao vivo de "Amor de Chocolate" (Composiçao Eliézer Ribeiro) no programa televisivo brasileiro Domingão do Faustão.[45] O artista também apresentou a canção juntamente com "Exagerado" no programa televisivo Caldeirão do Huck em 15 de setembro e em 26 de junho no Legendários juntamente com "Meu corpo quer Você", ambos em 2012.[46][47]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Discografia de Naldo Benny

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Ano Programa Cargo Notas
2014 Domingo da Gente Apresentador especial Episódio: "23 de fevereiro de 2014"
2014 Sai do Chão Apresentador especial Episódio: "19 de janeiro de 2014"
2016 Saltibum Participante Temporada 3

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Naldo agitou a plateia do Caldeirão com o hit 'Amor de Chocolate'». Globo TV. Globo.com. 15 de setembro de 2012. Consultado em 14 de novembro de 2012 
  2. a b Camila Juliotti. «Naldo Benny: O príncipe do pop». Rede Bom Dia. Consultado em 30 de dezembro de 2012 
  3. Valmir Moratelli. «Naldo: "É bonito ver os globais querendo entrar no meu camarim"». IG. Consultado em 6 de janeiro de 2013 
  4. a b «Em rádio, cantor explica mudança de sua assinatura para Naldo Benny». Ego.com. Consultado em 5 de janeiro de 2013 
  5. Valmir Moratelli. «Naldo: "É bonito ver os globais querendo entrar no meu camarim"». IG. Consultado em 6 de janeiro de 2013 
  6. «Naldo agitou a plateia do Caldeirão com o hit 'Amor de Chocolate'». Globo TV. Globo.com. 15 de setembro de 2012. Consultado em 14 de novembro de 2012 
  7. «Naldo - Biografia». Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira. Consultado em 30 de dezembro de 2012 
  8. «'Não vou ficar preso ao funk e quero uma carreira mundial', diz Naldo». globo.com 
  9. Valmir Moratelli. «Naldo: "É bonito ver os globais querendo entrar no meu camarim"». IG. Consultado em 6 de janeiro de 2013 
  10. «'Não vou ficar preso ao funk e quero uma carreira mundial', diz Naldo». globo.com 
  11. «Sucesso ou deslumbre? Cachê de Naldo pula para R$ 120 mil». O Dia-Portal iG 
  12. Valmir Moratelli. «Naldo: "É bonito ver os globais querendo entrar no meu camarim"». IG. Consultado em 6 de janeiro de 2013 
  13. «Naldo vem a BH após gravar clipe nos Estados Unidos». Portal Uai/Divirta-se 
  14. «Naldo vem a BH após gravar clipe nos Estados Unidos». Portal Uai/Divirta-se 
  15. «Naldo Benny - Músicas - Naldo Benny». G1-Globo 
  16. «Naldo». G1-Globo 
  17. «Naldo - Biografia». Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira. Consultado em 30 de dezembro de 2012 
  18. Valmir Moratelli. «Naldo: "É bonito ver os globais querendo entrar no meu camarim"». IG. Consultado em 6 de janeiro de 2013 
  19. a b «Naldo - Dados artísticos». Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira. Consultado em 30 de dezembro de 2012 
  20. «Naldo agitou a plateia do Caldeirão com o hit 'Amor de Chocolate'». Globo TV. Globo.com. 15 de setembro de 2012. Consultado em 14 de novembro de 2012 
  21. «Naldo agitou a plateia do Caldeirão com o hit 'Amor de Chocolate'». Globo TV. Globo.com. 15 de setembro de 2012. Consultado em 14 de novembro de 2012 
  22. Valmir Moratelli. «Naldo: "É bonito ver os globais querendo entrar no meu camarim"». IG. Consultado em 6 de janeiro de 2013 
  23. Valmir Moratelli. «Naldo: "É bonito ver os globais querendo entrar no meu camarim"». IG. Consultado em 6 de janeiro de 2013 
  24. «Naldo Benny leva 'Na Veia Tour'». Jornal do Brasil. Consultado em 10 maio de 2013 
  25. «Naldo Benny - Sarniô». iTunes. Consultado em 14 de junho de 2017 
  26. «Naldo Benny - Conexões». iTunes. Consultado em 14 de junho de 2017 
  27. «Naldo agitou a plateia do Caldeirão com o hit 'Amor de Chocolate'». Globo TV. Globo.com. 15 de setembro de 2012. Consultado em 14 de novembro de 2012 
  28. Valmir Moratelli. «Naldo: "É bonito ver os globais querendo entrar no meu camarim"». IG. Consultado em 6 de janeiro de 2013 
  29. «Naldo agitou a plateia do Caldeirão com o hit 'Amor de Chocolate'». Globo TV. Globo.com. 15 de setembro de 2012. Consultado em 14 de novembro de 2012 
  30. Valmir Moratelli. «Naldo: "É bonito ver os globais querendo entrar no meu camarim"». IG. Consultado em 6 de janeiro de 2013 
  31. «Naldo recebe oração de pastor em MG, se converte e pode virar cantor gospel». Jornal Extra. Consultado em 9 de junho de 2015 
  32. «MC Naldo termina casamento de 15 anos por causa de Mulher Moranguinho». Sidney Rezende. Consultado em 12 de janeiro de 2017 
  33. «Branka, ex de Naldo, manda recado, e Pablo, filho do casal, diz que mãe "perdeu crédito"». Revista Quem. Consultado em 12 de janeiro de 2017 
  34. «Naldo quer a carreira internacional e sonha em ter uma filha». O Fuxico. Consultado em 5 de janeiro de 2013 
  35. «Naldo – Vinil "Benny Elétrico"». naldonaveia. Consultado em 10 maio de 2013 
  36. «Ex de MC diz que Mulher Moranguinho é pivô de separação». Terra. Consultado em 12 de janeiro de 2017 
  37. Marzano, Franciele (6 de dezembro de 2017). «Funkeiro Naldo Benny é preso com arma após agredir Mulher Moranguinho». Portal Uai Entretenimento. Consultado em 7 de dezembro de 2017 
  38. Renato Damião (22 de outubro de 2012). «Naldo muda nome para Naldo Benny e diz estar vivendo fase "abençoada"». UOL. Consultado em 5 de janeiro de 2013 
  39. Valmir Moratelli. «Naldo: "É bonito ver os globais querendo entrar no meu camarim"». IG. Consultado em 6 de janeiro de 2013 
  40. Maurício Meireles. «A ascensão do cantor Naldo: de engraxate a ídolo popular». Revista Época. Consultado em 16 de fevereiro de 2013 
  41. «Naldo agitou a plateia do Caldeirão com o hit 'Amor de Chocolate'». Globo TV. Globo.com. 15 de setembro de 2012. Consultado em 14 de novembro de 2012 
  42. Valmir Moratelli. «Naldo: "É bonito ver os globais querendo entrar no meu camarim"». IG. Consultado em 6 de janeiro de 2013 
  43. «Naldo agitou a plateia do Caldeirão com o hit 'Amor de Chocolate'». Globo TV. Globo.com. 15 de setembro de 2012. Consultado em 14 de novembro de 2012 
  44. Marina Simões; Tiago Barbosa (6 de fevereiro de 2013). «Naldo, um sucesso que está em toda parte». Diario de Pernambuco. Consultado em 8 de fevereiro de 2013 
  45. «Naldo canta 'Amor de chocolate' e sacode o Domingão». Globo TV. Globo.com. 7 de outubro de 2012. Consultado em 14 de novembro de 2012 
  46. «Naldo agitou a plateia do Caldeirão com o hit 'Amor de Chocolate'». Globo TV. Globo.com. 15 de setembro de 2012. Consultado em 14 de novembro de 2012 
  47. «Naldo canta sucessos no palco do Legendários». R7. 26 de junho 2012. Consultado em 14 de novembro de 2012