Namie Wihby

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Namie Wihby
Nome completo Namie Alexandre Wihby
Nascimento 13 de abril de 1969 (50 anos)
Maringá  Paraná
Residência São Paulo São Paulo
Nacionalidade brasileiro
Ocupação Consultor de moda, instrutor de passarela e empresário[1]
Página oficial
http://www.namiewihby.com/site/

Namie Wihby (Maringá, 13 de abril de 1969) é um consultor de moda brasileiro.[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Namie Whiby começou sua carreira em Maringá na década de 1980, onde ensinava meninas a andar de salto-alto. Chegou a São Paulo em 1998 e virou scouter da agência de modelos Elite. Em 2002, decidiu deixar a agência para abrir sua escola de modelos, tornando-se professor de nomes como Raica Oliveira, Isabel Goulart, Fernanda Tavares, entre outras.[1] Foi também um dos colaboradores do reality show Brazil's Next Top Model, do canal a cabo Sony, no qual foi instrutor das participantes. Foi ainda consultor da atriz Taís Araújo para ser a top model Helena de Viver a Vida, na Rede Globo.[2]

Em bate-papo no Universo Online (UOL), em 2009, o consultor revelou o que acredita que um modelo deva ter para trilhar uma carreira de sucesso:

Existem dois tipos de modelo, comercial e fashion. As meninas que ficam com o estilo comercial devem gostar de atuar e de repente podem ir para uma carreira de atriz depois. As modelos fashion tem que ter no mínimo 1,74 metro de altura, e as que trabalham mais têm entre 1,76 e 1,78 metro. O máximo é 90 cm de quadril, e no inverno pode chegar a ser 89cm. Para os meninos, a altura mínima é 1,84m, sendo que os que mais trabalham tem entre 1,86m e 1,88m e todos devem ser magros, mas com o corpo trabalhado, sem ser 'marombado'.[3]

O consultor acredita que o modelo fashion feminino ideal tem no máximo 90 de quadril, sendo o ideal entre 88 e 89.[1]

Referências

  1. a b c d Da redação (28 de setembro de 2010). «Como ser modelo de sucesso com Namie Wihby». Chi – Gloria Kalil. Consultado em 11 de maio de 2014 
  2. Da redação (29 de abril de 2009). «Taís Araújo conta tudo sobre a novela». Portal Lilian Pacce. Consultado em 11 de maio de 2014 
  3. Da redação (25 de setembro de 2009). «Bate-papo com Namie Wihby». UOL