Nandu-de-darwin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaNandu-de-darwin
Darwin-Nandus.jpg

Estado de conservação
Status iucn3.1 NT pt.svg
Quase ameaçada
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Struthioniformes
Família: Rheidae
Género: Rhea
Espécie: R. pennata
Nome binomial
Rhea pennata

(d'Orbigny, 1834)

Distribuição geográfica
Pterocnemia pennata Distribution map.jpg

O nandu-de-darwin (Rhea pennata ou Pterocnemia pennata) é um parente menor da ema que se distingue facilmente desta pelas manchas brancas apresentadas no dorso.

Vivem nas zonas altas (3500 a 4500 metros de altitude) e semiáridas ao sul do Peru e nas florestas e estepes da América do Sul.

O nandu-de-darwin bica sua comida do chão enquanto caminha vagarosamente de cabeça baixa. É habitual juntarem-se aos lhamas que pastam por ali. O período de acasalamento dá-se entre setembro e janeiro.

Segundo a taxonomia de Sibley-Ahlquist, esta espécie pertence ao género Rhea, juntamente com as emas.

Descrição[editar | editar código-fonte]

A nandu-de-darwin atinge de 90 a 100 centímetros de altura e pesa entre 15 a 28,6 kg. Como a maioria das aves corredoras, ela tem uma cabeça pequena e um pequeno bico, o qual mede 6,2 a 9,2 cm, mas tem pernas e pescoço longos. Tem asas relativamente maiores do que os outros ratites, permitindo que a ave corra muito bem. Ela pode atingir velocidades de 60 km/h, permitindo-lhe fugir de predadores. As garras afiadas nos dedos são armas eficazes. As penas são semelhantes aos de avestruzes. A plumagem é manchada num tom castanho e branco, e a parte superior do tarso tem penas. O tarso mede de 28 a 32 cm de comprimento e tem 18 placas horizontais na parte dianteira.[1]

Referências

  1. Jaramillo, Alvaro; Burke, Peter; Beadle, David. In: Alvaro. Birds of Chile. London: Christopher Helm, 2003. ISBN 0-7136-4688-8
Ícone de esboço Este artigo sobre Aves, integrado no Projeto Aves é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.