Nanismo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Nanismo é a condição de tamanho de um indivíduo cuja altura é muito menor que a média de todos os sujeitos que pertencem à mesma população. Admite-se que se pode chamar de nanismo quando o tamanho de um indivíduo tem uma estatura até 20% inferior à média dos mesmos indivíduos de sua espécie, à mesma idade. Na espécie humana, em termos de adultos, considera-se anão o homem que mede menos de 1,45 metro, e anã, a mulher com altura inferior a 1,40 metro.

Tipos[editar | editar código-fonte]

Nanismo pituitário e nanismo "verdadeiro"[editar | editar código-fonte]

A partir da morfologia, o Nanismo é dividido em dois grandes grupos: o dos nanismos proporcionais, onde a estatura do indivíduo é baixa, mas o tamanho dos órgãos mantêm a mesma proporção; e os nanismos desproporcionais, também chamados displasias esqueléticas, onde o tamanho do indivíduo é bem mais baixo que o normal, porém alguns órgãos mantém-se em tamanho maior em relação à altura, em comparação com os indivíduos não-nanistas.

Os tipos mais conhecidos de nanismo proporcional são nanismo pituitário e nanismo primordial, enquanto os tipos mais comuns de nanismo desproporcional são a acondroplasia e a hipocondroplasia, em que há encurtamento dos membros e algumas displasias em que há acometimento severo da coluna vertebral [1] .

Ocasionalmente, o termo nanismo é aplicado somente às baixas estaturas desproporcionais. Ambos os tipos de nanismos normalmente têm causas genéticas e podem ou não ser hereditários.

A condição de estar abaixo da altura esperada como o resultado de uma parada prematura do crescimento esquelético. Ele pode ser causado pela secreção insuficiente do hormônio do crescimento: nanismo hipofisário.

A definição de nanismo conforme O Tratado de Pediatria Nelson é de até 1,45 metro para homens e de 1,40 metro para mulheres.

Anões na sociedade[editar | editar código-fonte]

São discriminados pela sociedade de uma forma geral, não tendo chances de empregos em igualdade perante pessoas de estatura normal [2] . Além disso, por possuírem uma característica física fora dos padrões, também são rotulados de pessoas com uma aparência feia, tanto corporal quanto facial. Muitos anões têm complexo de inferioridade e por isso, enfrentam problemas em estabelecer relacionamentos amorosos.

Outro fator bastante importante que não pode ser esquecido é a falta de acesso apropriado para os anões aos diversos bens públicos, como por exemplo, telefones e banheiros públicos.

Já nos meios de comunicação de uma forma geral também são tratados como pessoas muito diferentes do normal, sendo em muitas ocasiões, tratados como aberrações da natureza. Ainda é muito tímida a indignação da sociedade de uma forma geral e até mesmo dos anões contra esses preconceitos.

Porém, em agosto de 2007, começou a ser criada no Brasil a primeira associação de defesa dos direitos dos anões a nível nacional [3] .

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Nanismo

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Genética é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.