Nanómetro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Nanometro)
Ir para: navegação, pesquisa
Medidas
Tempo
Segundo | Minuto | Hora | Dia | Semana | Quinzena | Mês | Bimestre | Trimestre | Quadrimestre | Semestre | Ano | Biênio | Triênio | Quadriênio | Quinquênio | Década | Século | Milênio
Comprimento
Yoctômetro | Zeptômetro | Attômetro | Femtômetro | Picômetro | Nanômetro | Micrômetro | Milímetro | Centímetro | Decímetro | Metro | Decâmetro | Hectômetro | Quilômetro | Megametro | Gigametro | Terametro | Petametro | Exametro | Zettametro | Yottametro

Outras:
Ångström

Massa
Grama | Decigrama | Centigrama | Quilograma | Megagrama | Gigagrama | Teragrama | Petagrama | Exagrama

Um nanómetro (português europeu) ou nanômetro (português brasileiro), antes conhecido como milimícron ou milimicro, é uma unidade de medida de comprimento do sistema métrico, correspondente a 1×10−9 metro ou 0.000000001 metro (um milionésimo de milímetro ou um bilionésimo de metro). Tem como símbolo nm.[1] [2][3]

Trata-se de uma unidade do SI frequentemente usada para a medição de comprimentos de onda da luz visível (400 nm a 700 nm), da radiação ultravioleta, da radiação infravermelha e da radiação gama, entre outras.

A palavra "nanômetro" combina o prefixo do SI nano- (do grego antigo νάνος, transl. nanos: 'anão') com o nome da unidade básica do Sistema, o metro (palavra que vem do grego μέτρον, metrοn: 'unidade de medida'), podendo ser escrita, em notação científica, como 1×10−9 m; em notação de engenharia, como 1 E−9 m, ou simplesmente como 11.000.000.000 metro.

Quando usado como prefixo numa palavra que não seja unidade de medida (como "nanociência"), nano se refere a nanotecnologia ou a fenômenos que ocorram numa escala nanoscópica.[4]

O nanômetro é frequentemente utilizado para expressar dimensões em escala atômica: o diâmetro de um átomo de helio, por exemplo, é cerca de 0,1 nm, e o diâmetro de um ribossomo é aproximadamente 20 nm. O nanômetro também é muito usado para especificar o comprimento de onda da radiação eletromagnética, na parte visível do espectro: o comprimento de onda da luz visível varia, aproximadamente, entre 400 e 700 nm.[5]

O ångström, que é igual a 0,1 nm, era antes usado para essas finalidades; atualmente é utilizado em outros campos. Desde o final dos anos 1980, em usos tais como 32 nm e 22 nm, também tem sido empregado para descrever tamanhos de configuração típicos, nas sucessivas gerações do ITRS Roadmap para miniaturização, na indústria de semicondutores.
Portanto:
1 nm = 10 Å (ångström)
1000 nm = 1 µm (mícron)

História[editar | editar código-fonte]

O nanômetro era anteriormente conhecido como milimicrômetro ou milimícron - por ser equivalente a 11000 mícron (ou micrômetro). Era então denotado pelo símbolo ou, mais raramente, µµ.[4][6][7]

Referências

  1. HOUAISS, Antônio; nanómetro in Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa p. 5709; Lisboa; Temas e Debates; 2005
  2. A forma não acentuada da palavra, nanometro, tem sido defendida como sendo a correta, conforme Saatkamp, Henry (1996). O Livro Preparação & Revisão de Originais. Porto Alegre: AGE. Consultado em 28 de agosto de 2017 . Contudo, não está atualmente dicionarizada.
  3. «Ciberdúvidas da Língua Portuguesa». ciberduvidas.pt. Consultado em 4 de outubro de 2009 
  4. a b Svedberg, The; Nichols, J. Burton (1923). «Determination of the size and distribution of size of particle by centrifugal methods». Journal of the American Chemical Society. 45 (12): 2910–2917. doi:10.1021/ja01665a016 
  5. Hewakuruppu, Y., et al., Plasmonic " pump – probe " method to study semi-transparent nanofluids, Applied Optics, 52(24):6041-6050
  6. Svedberg, The; Rinde, Herman (1924). «The ulta-centrifuge, a new instrument for the determination of size and distribution of size of particle in amicroscopic colloids». Journal of the American Chemical Society. 46 (12): 2677–2693. doi:10.1021/ja01677a011 
  7. Terzaghi, Karl (1925). Erdbaumechanik auf bodenphysikalischer Grundlage. Vienna: Franz Deuticke. p. 32