Narkidae

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Como ler uma infocaixa de taxonomiaNarkidae
Narke capensis
Narke capensis
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Chondrichthyes
Subclasse: Elasmobranchii
Ordem: Torpediniformes
Família: Narkidae
Fowler, 1934
Gêneros
5, ver texto

Narkidae é uma família de peixes da ordem Torpediniformes. Estão restritas a águas temperadas e tropicais do Índico e Pacífico Ocidental da África do Sul ao Japão e Indonésia. São exclusivamente marinhas, e ocorrem de zonas entremarés a plataformas continentais, e de taludes continentais a profundidades de 350 metros.[1]

Taxonomia[editar | editar código-fonte]

Henry Weed Fowler, em 1934, propôs a divisão da família Torpedinidae em três subfamílias, criando o nome Narkinae, que incluía os gêneros Narke e Typhlonarke.[2] Bigelow e Schroeder, 1953, elevaram a subfamília a categoria de família.[3] Em 1970, Fowler reteve Narkinae como subfamília de Torpedinidae.[4] Leonard Compagno, em 1973, propôs uma revisão das raias bioelétricas reconhecendo Narkidae como uma família distinta, incluindo os gêneros Heteronarce, Narke, Temera e Typhlonarke.[5] A categoria taxonômica do grupo variou entre família, subfamília e tribo durante as décadas de 1980, 1990 e 2000.[6][7][8][9] Em 2007, Compagno e Heemstra reforçaram a posição de família distinta de Narkidae.[10]

Cinco gêneros são reconhecidos:[10]

O validade do gênero Crassinarke Takagi, 1951 foi questionada por Compagno e Heemstra em 2007,[10] sendo necessário um estudo detalhado para determinar a validade do gênero e consequentemente da espécie.[11]

Referências

  1. Compagno, L.J.V.; Last, P.R. (1999). Narkidae. Sleeper rays. p. 1443-1446. In: Carpenter;K.E.; Niem, V.H. (eds.) FAO identification guide for fishery purposes. The living marine resources of the Western Central Pacific. Rome: Food and Agricultural Organization.
  2. Fowler, H.W. (1934). «Descriptions of new fishes obtained 1907 to 1910, chiefly in the Philippine Islands and adjacent seas». Proceedings of the Academy of Natural Sciences. 85: 233-367 
  3. Bigelow, H.B.; Schroeder, W.C. (1953). «Chapter one, Sawfishes, Guitarfishes, Skates and Rays. Fishes of the Western North Atlantic». Memoirs of the Sears Foundation for Marine Research. 1 (2): 1-514 
  4. Fowler, H.W. (1970). «A catalog of world fishes (XII)». Quarterly Journal of the Taiwan Museum. 23 (1-2): 39-126 
  5. Comapgno, L.J.V. (1973). «Interrelationships of living elasmobranchs». Zoological Journal of the Linnaean Society. Supplement 1 (53): 15-61  line feed character character in |título= at position 29 (ajuda)
  6. Nelson, J. S. 1984. Fishes of the world, second edition. Pp. ixv, 1-523. Wiley-Interscience, New York.
  7. Nelson, J.S. 1994. Fishes of the world, third edition. Pp. ixvi, 1-600. John Wiley & Sons, Inc., New York
  8. Eschmeyer, W.N. 1998. Catalog of fishes. Vol. 1, Introductorymaterials. Species of fishes (A-L): 1-958. Vol. 2. Species of fishes (M-Z): 959-1820. Vol. 3. Genera of Fishes. Species and genera in a classification. Literature Cited. Appendices: 1821-2905.
  9. Compagno, L. J. V. 2005. Chapter 16. Checklist of living Chondrichthyes. In W. C. Hamlett, ed., Reproductive biology and phylogeny of Chondrichthyes. Enfield, New Hampshire, USA, Science Publishers, Inc.: 503-548.
  10. a b c Compagno, L.V.; Heemstra, P.C. (2007). «Electrolux addisoni, a new genus and species of electric ray from the east coast of South Africa (Rajiformes: Torpedinoidei: Narkidae), with a review of torpedinoid taxonomy». Smithiana, Publications in Aquatic Biodiversity. 7: 15–49 
  11. Ishihara, H. (2009). Crassinarke dormitor (em Inglês). IUCN 2014. Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da IUCN de 2014 . . Página visitada em 22 de maio de 2015..
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Narkidae
Ícone de esboço Este artigo sobre peixes é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.