Natália Sedova

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde abril de 2017). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Natália Sedova
Nascimento 5 de abril de 1882
Morte 23 de dezembro de 1962 (80 anos)
Corbeil-Essonnes
Sepultamento Coyoacán
Cidadania Império Russo, União Soviética
Cônjuge Leon Trótski
Filho(s) Lev Sedov, Sergei Sedov
Ocupação política

Natalia Ivanovna Sedova (em russo: Ната́лья Ива́новна Седо́ва, 5 de abril de 1882, Romny - 23 de janeiro de 1962, Corbeil) é mais conhecida como a segunda esposa de Leon Trotsky. Ela, contudo, foi também uma revolucionária ativa por si só e escreveu sobre questões culturais relativas ao marxismo. Seu pai era Ivan Sedov, um famoso explorador do Ártico. [carece de fontes?]

Sua vida foi marcada pela mesma tragédia que a de seu amante, enquanto ela o acompanhou em seu exílio final da Rússia. Seu filho, Lev Sedov, foi membro ativo e líder do movimento Bolchevique-Leninista que seu pai conduziu e foi certamente assassinado como resultado disso.[carece de fontes?] Seu outro filho, Sergei Sedov, que não era politicamente ativo e permaneceu na Rússia, foi certamente assassinado por agentes de Joseph Stalin.[carece de fontes?]

Depois do assassinato de seu marido em 1940, Natalia Sedova permaneceu no México, e manteve contato com muitos revolucionários exilados. Sua obra mais conhecida nos últimos anos foi uma biografia de Trotsky, em co-autoria com um colega - o revolucionário russo Victor Serge. Adotou a posição de que a URSS era uma sociedade capitalista de Estado e que a Quarta Internacional fundada por Trotsky já não era mantida para o programa revolucionário do comunismo. Portanto, rompeu com a IV Internacional em 1951. [1]

Referências

  1. Natalia Sedova Trotsky, Letter of Resignation from the Fourth International, 9 de Maio de 1951.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.