Natalia Borges Polesso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Natalia Borges Polesso
Feira Internacional do Livro de Santiago de 2017
Nascimento 6 de agosto de 1981 (37 anos)
Bento Gonçalves
Nacionalidade brasileira
Ocupação escritora e tradutora
Principais trabalhos Recortes para álbum de fotografia sem gente
Prémios Prémio Açorianos (2013)
Prémio Jabuti (2016)

Natalia Borges Polesso (Bento Gonçalves, 6 de agosto de 1981) é uma escritora e tradutora brasileira.[1][2]

Concluiu o mestrado em letras pela Universidade de Caxias do Sul com uma dissertação sobre a obra de Tânia Faillace. Seu primeiro livro, Recortes para álbum de fotografia sem gente, venceu o Prêmio Açorianos de 2013 na categoria contos.[3] Ganhou o Prêmio Jabuti de 2016 com o livro de contos Amora.[4]

Obras[editar | editar código-fonte]

  • 2013 - Recortes para álbum de fotografia sem gente - contos (Modelo de Nuvem)
  • 2015 - Coração à corda - poesia (Patuá)
  • 2016 - Amora - contos (Não Editora)

Referências

  1. Natalia Borges Polesso. Editora Patuá
  2. Poesia em Coração à corda. Folha de Caxias, 7 de janeiro de 2015. Página 10
  3. Escritora radicada em Caxias do Sul leva troféu de Contos no Açorianos. Pioneiro, 10 de dezembro de 2013
  4. Escritora Natalia Borges Polesso, radicada em Caxias, ganha o Jabuti. Pioneiro, 13 de novembro de 2016

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) escritor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.