Natalia Goncharova

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde julho de 2017). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Natalia Goncharova
Nascimento 21 de junho de 1881
Morte 17 de outubro de 1962 (81 anos)
Paris
Sepultamento Cimetière parisien d'Ivry
Cidadania Império Russo, França
Progenitores Pai:Sergey Goncharov
Cônjuge Mikhail Larionov
Alma mater Escola de Pintura, Escultura e Arquitetura de Moscou
Ocupação pintora, cenógrafa, figurinista, ilustradora, desenhista
Movimento estético Raionismo, futurismo

Natalia Sergeyevna Goncharova, (em russo: Наталья Сергеевна Гончарова; Tula, 16 de junho de 1881Paris, 17 de outubro de 1962) foi uma proeminente figurinista e pintora russa do cubo-futurismo.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Ciclista, 1913.

Estudou escultura na Academia de arte de Moscou, mas começou a pintar em 1904. Com seu marido Mikhail Larionov desenvolveu o raionismo. Foram os pais da vanguarda russa pré-revolucionária, organizando a exposição O rabo do burro de 1912. No mesmo ano, Goncharova expôs com o grupo Der Blaue Reiter, em Munique.

Goncharova também dedicou-se às artes gráficas, tendo escrito e ilustrado um livro em estilo futurista. Foi membro do grupo vanguardista Der Blaue Reiter desde seu início, em 1911.

Em 1915 começou a desenhar trajes de balé e cenários, em Genebra. Mudou-se para Paris em 1921, onde desenhou vários cenários para os balés de Sergei Diaghilev.

Referências

  1. «Natalya Goncharova | Russian artist». Encyclopædia Britannica (em inglês) 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]