Natalia Goncharova

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde julho de 2017). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Natalia Goncharova
Nascimento 21 de junho de 1881
Morte 17 de outubro de 1962 (81 anos)
Paris
Cidadania Império Russo, União Soviética
Cônjuge Mikhail Larionov
Alma mater Escola de Pintura, Escultura e Arquitetura de Moscovo
Ocupação pintora, cenógrafa, figurinista, ilustradora, desenhista
Movimento estético Raionismo, futurismo

Natalia Sergeyevna Goncharova, (em russo: Наталья Сергеевна Гончарова; Tula, 16 de junho de 1881Paris, 17 de outubro de 1962) foi uma proeminente figurinista e pintora russa do cubo-futurismo.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Ciclista, 1913.

Estudou escultura na Academia de arte de Moscou, mas começou a pintar em 1904. Com seu marido Mikhail Larionov desenvolveu o raionismo. Foram os pais da vanguarda russa pré-revolucionária, organizando a exposição O rabo do burro de 1912. No mesmo ano, Goncharova expôs com o grupo Der Blaue Reiter, em Munique.

Goncharova também dedicou-se às artes gráficas, tendo escrito e ilustrado um livro em estilo futurista. Foi membro do grupo vanguardista Der Blaue Reiter desde seu início, em 1911.

Em 1915 começou a desenhar trajes de balé e cenários, em Genebra. Mudou-se para Paris em 1921, onde desenhou vários cenários para os balés de Sergei Diaghilev.

Referências

  1. «Natalya Goncharova | Russian artist». Encyclopædia Britannica (em inglês) 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]