National Collegiate Athletic Association

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
National Collegiate Athletic Association
NCAA logo.svg
Esporte futebol americano, basquete, beisebol, voleibol de praia, boliche, boxe, cross country, esgrima, hóquei em campo, golfe, ginástica, hóquei no gelo, futebol, atletismo, lacrosse, wrestling, remo, tiro esportivo, softbol, natação, tênis, vôlei e pólo aquático
Fundada 31 de março de 1906 (1906-03-31)
CEO Mark Emmert
País(es)  Estados Unidos
Site oficial NCAA.com
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre National Collegiate Athletic Association

National Collegiate Athletic Association ou NCAA (Associação Atlética Universitária Nacional em inglês) é uma associação composta de 1281 instituições, conferências, organizações e indivíduos que organizam a maioria dos programas de esporte universitário nos Estados Unidos. A sua sede está situada em Indianápolis, Indiana. [1]

A NCAA é a maior e mais importante entidade de seu escopo nos Estados Unidos, mas não é a única. Coexiste com a National Association of Intercollegiate Athletics (NAIA), a United States Collegiate Athletic Association (USCAA) e a National Junior College Athletic Association (NJCAA).

História[editar | editar código-fonte]

Sua antecessora, a Associação Intercolegial de Atletismo dos Estados Unidos (IAAUS por sua sigla em inglês), foi criada em 31 de março de 1906 para definir as regras do esporte amador nos Estados Unidos. Sua criação foi sugerida pelo então presidente Theodore Roosevelt como uma reação à sua preocupação com o crescente número de ferimentos graves e mortes no futebol universitário. O IAAUS mais tarde tornou-se o NCAA em 1910.

Até 1955 não possuía nenhum tipo de divisão.

Em 1956, foi dividido em duas divisões: a Divisão Universitária, que incluía as maiores instituições, e a Divisão College, que agrupava as universidades menores.

Em agosto de 1973, eliminou as divisões Universidade e College, e distribuiu a seus membros em 3 divisões: Divisão I, Divisão II, e Divisão III. Desde então, sob as regras da NCAA, as universidades da Divisão I e Divisão II podem oferecer bolsas de estudo para estudantes por praticarem um esporte. As universidades da Divisão III, no entanto, não podem oferecer essas bolsas.

Até a década de 1980, a associação não oferecia esportes femininos. Em 1982, no entanto, todas as divisões da NCAA ofereceram campeonatos nacionais para mulheres.

Organização[editar | editar código-fonte]

A estrutura legislativa da NCAA é delegada a gabinetes e comitês, formados por membros representando as universidades. Estes, por sua vez, são divididos em subcomitês. Os regulamentos vão daí para o Conselho de Administração, que supervisiona todos os gabinetes e comitês, e que também inclui representantes das universidades, como diretores de esportes e conselheiros acadêmicos. A legislação do Conselho de Administração passa para o Conselho de Administração, formado pelos reitores das universidades, para aprovação final.

A equipe da NCAA fornece suporte, atua como um guia, contato, pesquisa e relacionamento com a mídia. O atual presidente da NCAA é Myles Brand, ex-diretor da Universidade de Indiana.

Popularidade[editar | editar código-fonte]

A Football Bowl Subdivision, a principal subdivisão de futebol, ultrapassou os 38 milhões de telespectadores em 2013, com uma média de 45.000 por jogo. 21 equipes ultrapassaram a média de 70.000 espectadores em seus jogos em casa.[2]

A partir dos anos 1950, os vários campeonatos da NCAA começaram a ser televisionados nos Estados Unidos por todo o país, particularmente o futebol americano e o basquete masculino. Seus principais parceiros atuais são CBS, ABC, ESPN e Fox Sports, embora algumas conferências e universidades tenham seus próprios canais. As principais taças do futebol americano e os jogos decisivos do campeonato masculino de basquete ultrapassam 10 milhões de telespectadores.

A Electronic Arts publicou vários videogames da NCAA entre 1998 e 2013, incluindo NCAA Football e NCAA Basketball.

Requisitos para atletas[editar | editar código-fonte]

Os atletas devem ter concluído o ensino médio, frequentar um mínimo de cursos em diferentes áreas e uma média mínima de notas e notas do SAT (Scholastic Aptitude Test, o teste que selecionar a admissão ao ensino superior nos Estados Unidos). Atletas devem ser amadores, o que significa que é proibido assinar contratos com empresas ou representantes, receber salários ou prêmios por resultados e realizar atividades com profissionais.

Campeonatos organizados pela NCAA[editar | editar código-fonte]

Conferências da NCAA por Divisão[editar | editar código-fonte]

Divisão I[editar | editar código-fonte]

Nota: (*) Conferências associadas à subdivisão FBS no futebol americano
Nota: (**) Conferências associadas à subdivisão FCS no futebol americano

Conferências específicas do futebol americano (FCS)[editar | editar código-fonte]

Conferências específicas do hóquei[editar | editar código-fonte]


Divisão II[editar | editar código-fonte]


Divisão III[editar | editar código-fonte]

Conferências específicas do futebol americano[editar | editar código-fonte]

Conferências específicas de esportes variados[editar | editar código-fonte]


Referências

  1. Carter, W. Burlette (2000). «Student Athlete Welfare in a Restructured NCAA» (PDF). Virginia Journal of Sports and the Law. 8 (1): 1–103 
  2. http://fs.ncaa.org/Docs/stats/football_records/Attendance/2013.pdf

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre esporte/desporto é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.