Este é um artigo bom. Clique aqui para mais informações.

Nauru nos Jogos Olímpicos de Verão de 2016

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Nauru nos
Jogos Olímpicos de Verão de 2016
Comitê Olímpico Nacional
Código do COI NRU
Nome Nauru Olympic Committee
«site oficial» (em inglês) 
Jogos Olímpicos de Verão de 2016
Sede Rio de Janeiro, Brasil
Competidores 2 em 2 esportes
Porta-bandeira Elson Brechtefeld (abertura)
Ovini Uera (encerramento)
Medalhas
Pos.
n/d
Medalha de ouro
0
Medalha de prata
0
Medalha de bronze
0
Total de medalhas
0
Participações nos Jogos Olímpicos
Verão 199620002004200820122016

Nauru competiu nos Jogos Olímpicos de Verão de 2016 no Rio de Janeiro, Brasil, entre os dias 5 e 21 de agosto de 2016.[1] A participação do país em 2016 foi a sua sexta aparição consecutiva nos Jogos Olímpicos de Verão desde sua estreia nos Jogos de 1996. A delegação de Nauru era composta por dois participantes: Ovini Uera, um judoca na categoria masculina de peso médio; e Elson Brechtefeld, no halterofilismo masculino de até 56 kg. Uera foi qualificado como o judoca nauruense de maior ranking, na Lista de Ranqueamento Mundial da Federação Internacional de Judô (FIJ), por meio de uma vaga para a União de Judô da Oceania. Brechtefeld se qualificou por subvenção pela Federação Internacional de Halterofilismo (FIH), através de uma vaga não utilizada. Uera foi eliminado por Varlam Liparteliani na rodada dos 16, enquanto Brechtefeld terminou em 15.º lugar em seu evento.

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

Nauru participou em seis edições dos Jogos Olímpicos de Verão entre a sua estreia nas Olimpíadas de 1996 em Atlanta, Estados Unidos, e as Olimpíadas de 2016 no Rio de Janeiro, Brasil.[2] O país enviou a sua maior delegação quando três atletas participaram tanto das Olimpíadas de 1996 e de 2004. Nauru ainda não conquistou a sua primeira medalha olímpica.[2]

O Comitê Olímpico Nacional de Nauru selecionou dois atletas, havendo escolhido pela segunda vez consecutiva em competir somente no judô e no halterofilismo.[3] Essa foi a segunda maior delegação enviada por Nauru às Olimpíadas, empatando em número de atletas com os times de 2000 em Sydney, Austrália, e de 2012, em Londres, Inglaterra. Os atletas nauruanos escolhidos foram o judoca Ovini Uera para a categoria masculina de até 90 kg, e o halterofilista e ex-participante dos Jogos Olímpicos de Verão da Juventude de 2010 Elson Brechtefeld (categoria masculina de até 56 kg).[4] Brechtefeld foi o porta-bandeira na cerimônia de abertura, enquanto Uera o foi na cerimônia de encerramento.[5][6]

Judô[editar | editar código-fonte]

Nauru qualificou um judoca para a categoria masculina de peso médio (90 kg) nos Jogos. Ovini Uera conquistou a vaga continental para a região da Oceania, como o judoca nauruense de maior ranqueamento na Lista de Ranqueamento Mundial da FIJ, em 30 de maio de 2016.[7] Uera disse em uma entrevista que ele começou a praticar o judô em 2012 para aprender agarramentos para utilizar no boxe. Ele disse que "imediatamente se apaixonou pelo esporte".[8]

O judô é bem pequeno na ilha, há apenas por volta de 20 judocas na ilha, e toda vez que eu treino, eu tenho que treinar somente com três pessoas, todas as sessões de judô, porque todo o resto, eles são principalmente crianças.
— Ovini Uera [8]

Uera estabeleceu o melhor resultado da nação com uma vitória na rodada de abertura contra o judoca belizenho Renick James, antes de ser derrotado pelo seu próximo oponente — que eventualmente ganharia a medalha de prata no evento — Varlam Liparteliani, da Geórgia.[9][10]

Atleta Evento Rodada dos 64 Rodada dos 32 Rodada dos 16 Quartas de final Semifinais Repescagem Final / MB
Oponente
Resultado
Oponente
Resultado
Oponente
Resultado
Oponente
Resultado
Oponente
Resultado
Oponente
Resultado
Oponente
Resultado
Posição
Ovini Uera Masculino −90 kg Bye BelizeBIZ James
W 100–000
GeórgiaGEO Liparteliani
L 000–100
Não avançou

Halterofilismo[editar | editar código-fonte]

Nauru recebeu uma vaga não utilizada da Federação Internacional de Halterofilismo (FIH) para enviar um homem halterofilista para as Olimpíadas, a sexta participação consecutiva da nação.[11][2] Nauru tem sido relativamente notável pelo seu halterofilismo, já que o ex-atleta olímpico Marcus Stephen se tornou presidente do país após a sua aposentadoria do esporte.[12] O país conquistara anteriormente uma medalha em todas as edições dos Jogos da Commonwealth em que competiu.[13][14]

Brechtefeld conseguiu com sucesso suas duas primeiras tentativas de arranque para 95 quilogramas (210 lb) e 98 quilogramas (220 lb), mas não obteve êxito na sua tentativa final para 101 quilogramas (220 lb). Na divisão por arremesso, ele completou a primeira tentativa para 120 quilogramas (260 lb). Após falhar ao tentar levantar a 125 quilogramas (280 lb), ele foi bem-sucedido na sua terceira tentativa, mantendo o mesmo peso, o que lhe rendeu o total de 223 pontos, e a 15.ª colocação na categoria, sendo o último lugar entre os competidores que encerraram a prova.[15][16]

Atleta Evento Arranque Arremesso Total Colocação
Resultado Colocação Resultado Colocação
Elson Brechtefeld Masculino −56 kg 98 17 125 15 223 15

Referências

  1. «Nauru nos Jogos Olímpicos de Verão de 2016». Portal Rio 2016. Consultado em 14 de agosto de 2016 
  2. a b c «Sports Reference – Countries – Nauru». Sports Reference. Consultado em 16 de fevereiro de 2019. Arquivado do original em 8 de setembro de 2016 
  3. Block, Melissa (14 de agosto de 2016). «Nauru's Olympic Team Is An Army Of Two» (em inglês). NPR. Consultado em 26 de setembro de 2016 
  4. «Sports Reference – Countries – Nauru 2016». SportsReference. Consultado em 16 de fevereiro de 2019 
  5. «The Flagbearers for the Rio 2016 Opening Ceremony». Comitê Olímpico Internacional. Consultado em 5 de agosto de 2016 
  6. «YOG athletes fly the flag in stunning Opening Ceremony». Comitê Olímpico Internacional (em inglês). 6 de agosto de 2016. Consultado em 26 de setembro de 2016 
  7. «IJF Officially Announces Qualified Athletes for Rio 2016 Olympic Games» (em inglês). Federação Internacional de Judô. 23 de junho de 2016. Consultado em 24 de junho de 2016. Arquivado do original em 7 de julho de 2016 
  8. a b «Ovini Uera: The Judoka From Nauru» (em inglês). Rio de Janeiro, Brasil: Serviço Mundial da BBC. 13 de agosto de 2016. Consultado em 13 de agosto de 2016 
  9. Peritz, Ingrid (17 de agosto de 2016). «Rio Olympics "a dream come true" for judo athlete from tiny island nation» (em inglês). The Globe and Mail. Consultado em 26 de setembro de 2016 
  10. «Rio de Janeiro 2016 men's 90 kg contests results» (em inglês). International Judo Federation. Consultado em 19 de fevereiro de 2019 
  11. «Second day of the IWF Executive Board meeting in Tbilisi» (em inglês). Federação Internacional de Halterofilismo. 23 de junho de 2016. Consultado em 23 de junho de 2016 
  12. «MPs oust Nauru's president». The Sydney Morning Herald (em inglês). 19 de dezembro de 2007. Consultado em 7 de abril de 2019. Cópia arquivada em 20 de dezembro de 2007 
  13. Bull, Andy (31 de julho de 2014). «Itte Detenamo strikes silver for Nauru, an island more used to phosphate». The Guardian. Consultado em 19 de fevereiro de 2019 
  14. «Weightlifting Official Results» (PDF). Gold Coast 2018. 2018. Consultado em 7 de abril de 2019 
  15. «Rio 2016: Weightlifting» (em inglês). Rio 2016. Consultado em 19 de fevereiro de 2019. Arquivado do original em 17 de abril de 2015 
  16. «Results XXXI Olympic Games». Federação Internacional de Halterofilismo (em inglês). Consultado em 19 de fevereiro de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]