Neagoe Bassarabe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Neagoe Bassarabe V
Príncipe da Valáquia
Fresco de Neagoe Bassarabe no Mosteiro de Curtea de Arges.
Reinado 23 de Janeiro de 1512- 15 de Setembro de 1521
Consorte Milica da Sérvia
Antecessor(a) Vlad V, o Jovem
Sucessor(a) Teodósio
Nascimento 1481
  Valáquia
Morte 15 de setembro de 1521
  Valáquia
Dinastia Bassarabe ou Craiovești
Pai Bassarabe IV o Jovem ou Parvu Craiovescu
Mãe deconhecida (possivelmente Neaga de Hotarani?)
Filho(s) Teodósio
João
Pedro
Angelina
Ruxandra
Stana

Neagoe Bassarabe (em romeno: Neagoe Basarab) ou Bassarabe V (em romeno: Basarab al V-lea) (1481-15 de Setembro de 1521) foi Príncipe da Valáquia entre 23 de Janeiro de 1512 e 15 de Setembro de 1521.

Biografia[editar | editar código-fonte]

A parentalidade de Neagoe Bassarabe é duvidosa. Há teorias em que foi filho do grande magistrado Parvu Craiovescu; há outras, porém, que o inserem na Dinastia Bassarabe como filho de Bassarabe IV da Valáquia. Ele cresceu num ambiente cultural, onde se valorizavam as sete artes.[1] Ele falava latim, grego e eslavo .

Neagoe viajou por vários países da Europa Central e do Império Otomano. No final destas viagens, teve vários cargos na política valaquiana. Assim, foi Camareiro (28 de Janeiro de 1501), Grande Camareiro (Dezembro de 1501- 19 de Junho de 1509 e Grande Comissário (24 de Abril de 1510- 28 de Novembro de 1511).

Tendo subido ao trono valaquiano a 23 de Janeiro de 1512, Neagoe Bassarabe incentivou o desenvolvimento do comércio e do artesanato e tentou manter boas relações com o Reino da Hungria. Ele também tentou estabelecer relações diplomáticas com Veneza e Roma, e mediou conflitos entre ortodoxos e católicos. Continuou com os objetivos baseados na política de Estêvão III da Moldávia e tentou alcançar uma aliança entre os países do Oriente contra a expansão turca. [2] [3] Em 1519, Neagoe e Estêvão IV da Moldávia enviaram um embaixador para o Vaticano, através do qual " Neagoe Bassarabe e os seus filhos Teodósio e Pedro e Estêvão e os seus filhos prometem a sua participação que na expedição contra Selim, tirano turco. " [4] O país, porém, permanece vassalo dos Otomanos.

Neagoe fez doações generosas a mosteiros ortodoxos. Durante o seu reinado foi construído o Mosteiro de Curtea de Argeș, em torno do qual nasceu a lenda de Mestre Manole. Reedificou a Igreja de Arges, que estava em ruínas.

Neagoe é o autor de uma das primeiras obras-primas da literatura antiga , Os ensinamentos de Neagoe a seu filho Teodósio , escrito em língua eslava , mas traduzido em romeno (há uma cópia atestada em romeno , em 1654).[5] Neagoe, neste livro, anota não só os princípios que regem a política de estado e a educação moral dos jovens, mas também princípios de governação da alma, que confere a quem vai seguindo o legado dos verdadeiros valores espirituais. Esta obra monumental foi criada entre 1513-1521. No livro " Romaniae Monumenta Vaticana ", publicado em 1996 , o Dr. Dumitriu - Snagov apresentou evidências sobre o fato de que os "ensinamentos" de Neagoe foram posteriormente plagiados para Ivan IV da Rússia. Plágio esse executado por Theodore Mamalachos, embaixador de Ivan em Constantinopla, a fim de que este documento é uma evidência do alto caráter moral de Ivan , o Terrível, noseu processo de reconhecimento formal como basileu pelo Patriarca de Constantinopla . No processo de plágio , Theodore Mamalachos esqueceu-se de remover ou substituir os nomes de Neagoe e Teodósio. O documento assinado por Theodore Mamalachos foi descoberto em 1988 pelo pesquisador italiano Lucas Santo, sem saber a importância desta descoberta. Tem sido feito um estudo cuidadoso do plágio.[6]

Casamento e descendência[editar | editar código-fonte]

Neagoe Bassarabe casou-se com a princesa sérvia Milica Branković (1474 - 30 de Janeiro de 1554), filha do déspota Estêvão Branković O Cego e Angelina Arianiti.[7] Neagoe Bassarabe e Milica tiveram a seguinte descendência:

Referências

  1. Ver ilha Neagoe ermida.
  2. Manole Neagoe : Estudos sobre política externa de Neagoe , t. 19 (1966) no.4 , pp 745-764
  3. Paulo Chihaia : " Negru Voda "Interferência romena na cultura literária e artística da Idade Média . Academy Press. Bucareste 1979. p 205
  4. Manole Neagoe: Neagoe - Estudos sobre política externa, t 19 (1966) no.4,pp 759.
  5. Ver ensinamentos de Neagoe , governante do romeno (1512-1521), a versão grega editada e com uma introdução e tradução para o romeno por Vasile Grecu, Bucareste, e impressão Oficial do Estado , Impressão Nacional 1942 (reimpressão : Bucareste: Tesu , 2007); ensinamentos Neagoe a seu filho Teodósio , especialmente de texto e definir Florica Moisil e Dan Zamfirescu , com uma nova tradução do original eslava G. Mihaila , estudo introdução e notas por Dan Zamfirescu e G. Mihaila Bucareste: . Minerva , 1970
  6. "igziarullumina.ro_2013-07-07">[1]-Ensinamentos doe Neagoe roubados para Ivan, o Terrível, 9 de fevereiro de 2011, o jornal Dumitru Manolache Luz , acedido a 07 de Julho de 2013
  7. de acordo com Andrei Pippidi esta princesa é a filha do Metropolita e ex-déspota da Sérvia, Máximo Branković

Precedido por
Vlad V
Stema Tarii Romanesti II.jpg
Príncipe da Valáquia

15121521
Sucedido por
Teodósio