Negroni

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Negroni
Negroni servido em um copo do tipo old-fashioned
Tipo Coquetel
Origem  Itália

O negroni é um coquetel feito de uma parte de gim, uma parte de vermute rosso (vermelho, semidoce), e uma parte de Campari, enfeitado com casca de laranja.[1] É considerado um aperitivo.[2]

O coquetel é de origem italiana e sua receita deriva-se da receita do clássico americano.[2] Faz parte do grupo de coquetéis "inesquecíveis" de acordo com a International Bartenders Association (IBA).[2]

História[editar | editar código-fonte]

Conde de Negroni, criador da bebida.

Enquanto a origem exata da bebida é desconhecida, o relato mais amplamente reportado é que o coquetel foi inicialmente elaborado em 1919 no Caffè Casoni (antigo Caffè Giacosa, atualmente chamado Caffè Roberto Cavalli), situado na Via de' Tornabuoni em Florença, na Itália. O conde Camillo Negroni fez o arranjo pedindo ao barman Fosco Scarselli para deixar mais forte o seu coquetel favorito, o americano, ao adicionar gim em vez da habitual água gaseificada. .[3][4][5][6]

Após o sucesso do coquetel, a família Negroni fundou a destilaria Industria Liquori Negroni em Treviso, na Itália, e produziu uma versão pré-fabricada da bebida, vendida como Antico Negroni 1919.[7] Um dos primeiros relatos da bebida veio de Orson Welles em correspondência ao jornal estadunidense Coshocton Tribune enquanto trabalhava em Roma no filme Cagliostro em 1947, onde ele descreveu uma nova bebida chamada de negroni, "Os bíteres são excelentes para para o seu fígado, o gim é ruim para você. Eles se equilibram mutuamente."[8][9]

O historiador de coquetéis David Wondrich pesquisou Camillo Negroni, que nasceu em 25 de setembro de 1934. Enquanto sua situação como conde é questionável, seu avô Luigi Negroni, era certamente um conde.[10]

Descendentes do General Pascal Olivier de Negroni, o conde de Negroni, reivindicam que ele é que era o conde Negroni que inventou a bebida em 1857 no Senegal. O artigo "A Corse Matin" do Sunday Edition, publicado em 2 de fevereiro de 1980, foi traduzido no blog de um de seus descendentes: "Isso afirma que ele inventou a bebida em torno de 1914".[11] Um artigo no jornal New Hampshire Union Leader reportou sobre a controvérsia.[12]

Receita[editar | editar código-fonte]

Segundo a IBA, o coquetel é servido antes da refeição principal e é composto de[2]

  • 30 ml de Gin,
  • 30 ml de Campari,
  • 30 ml de Sweet Red Vermouth,

Para preparar o coquetel, deve-se misturar os ingredientes diretamente num copo do tipo "old-fashioned" cheio de cubos de gelo, agitar levemente e enfeitar com meia fatia de laranja.

Variações[editar | editar código-fonte]

  • O Negroni Sbagliato é feito da mesma forma que o Negroni normal, porém substitui-se o gim por vinho branco espumante, ou Prosecco.[13] Foi inventado no bar Basso em Milão, Itália.[14]
  • Americano: 30 ml de Campari, 30 ml de Sweet Red Vermouth, uma pequena porção ("splash") de água gaseificada.
  • Boulevardier: Um coquetel similar que usa uísque no lugar de gin.[15]
  • O Dutch Count Negroni substitui Jenever ao gin de estilo seco de Londres na receita original.[16]
  • O Old Pal usa vermute seco e e uísque de centeio canadense.[17]
  • Um negroni que substitui gim por tequila é conhecido como "Agavoni" ou "Tegroni".[18]
  • O White Negroni é feito com o gin Lillet blanc e Suze.[19]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Schaap, Rosie (21 de maio de 2014). «Negroni». The New York Times 
  2. a b c d «NEGRONI | International Bartenders Association». International Bartenders Association. Consultado em 8 de janeiro de 2018 
  3. Cecchini, Toby (6 de outubro de 2002). «SHAKEN AND STIRRED; Dressing Italian». The New York Times. p. 913. Consultado em 10 de dezembro de 2009 
  4. Regan, Gary (29 de março de 2009). «Negroni history lesson ends in a glass». San Francisco Chronicle. p. e-6. Consultado em 14 de dezembro de 2009 
  5. Picchi, Luca (2002). Sulle tracce del conte. La vera storia del cocktail Negroni [On the Trail of the Count, The True Story of the Negroni Cocktail] (em italiano). Florenz: Edizioni Plan. ISBN 88-88719-16-4 
  6. Felten, Eric (2007). How's Your Drink?: Cocktails, Culture, and the Art of Drinking Well. [S.l.]: Agate Surrey. 207 páginas. ISBN 1-57284-089-7 
  7. «Campari Academy e la Storia del Negroni». Mixer Planet. 22 de outubro de 2014. Consultado em 8 de janeiro de 2018. Cópia arquivada em 22 de junho de 2016 
  8. «Make mine a Singapore Sling: famous expat cocktails». 20 de maio de 2015. Consultado em 8 de janeiro de 2018. The bitters are excellent for your liver, the gin is bad for you. They balance each other. 
  9. Coshocton Tribune, 17 de dezembro de 1947
  10. Regan, Gary (2015). The Negroni: Drinking to La Dolce Vita, with Recipes & Lore. [S.l.]: Potter/TenSpeed/Harmony. ISBN 1607747804. Consultado em 28 de junho de 2017 
  11. «The newspaper article, "Corse Matin, 1980", Pascal». captainnoelxaviernegroni.tumblr.com/ 
  12. «Mark Hayward's City Matters». Union Leader. 18 de junho de 2014. Consultado em 8 de janeiro de 2018 
  13. «Campari Negroni sbagliato cocktail recipe». Campari. Consultado em 9 de janeiro de 2018. Arquivado do original em 15 de setembro de 2016 
  14. «Prepara un Negroni Sbagliato perfetto con i consigli di Barcampari!» (em italiano). barcampari.it. Consultado em 8 de janeiro de 2018 
  15. Rovert Simonson. «Boulevardier Recipe - NYT Cooking». cooking.nytimes.com. Consultado em 8 de janeiro de 2018 
  16. «Dutch Negroni». liquor.com. Consultado em 8 de janeiro de 2018 
  17. «Old Pal Recipe | Serious Eats». seriouseats.com. Fevereiro de 2010. Consultado em 7 de janeiro de 2018 
  18. Englesh, Camper (1 de janeiro de 2012). «Negroni Cocktail. Der Playboy Unter Den Klassikern» [Negroni Cocktail. The Playboy Among The Classics] (em alemão). Mixology.eu. Consultado em 16 de dezembro de 2016 
  19. Allan, M. Carrie (7 de julho de 2017). «The White Negroni Has Become a New Classic». Washington, D.C.: Washington Post 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikilivros
O wikilivro Bartending tem uma página sobre Negroni
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Negroni