Neiva Regente

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Neiva Regente
Picto infobox aircraft.png
Neiva N-591 Regente C-42
Descrição
Tipo / Missão Utilitário, ligação e observação, com motor a pistão, monomotor monoplano
País de origem  Brasil
Fabricante Indústria Aeronáutica Neiva
Primeiro voo em outubro de 1967 (48 anos)
Tripulação 1/2
Especificações
Dimensões
Comprimento 7,21 m (23,7 ft)
Envergadura 9,13 m (30,0 ft)
Altura 2,93 m (9,61 ft)
Área das asas 26  (280 ft²)
Peso(s)
Peso vazio 736 kg (1 620 lb)
Propulsão
Motor(es) 1 × Continental IO-360-D
Performance
Velocidade máxima 240 km/h (129 kn)
Alcance (MTOW) 950 km (590 mi)
Notas
Armamento opcional: 4 pontos de fixação para foguetes ou bombas

O Neiva Regente é um avião monomotor de asa alta com ótima performance em baixas velocidades e de desenho convencional. Fabricado pela Indústria Aeronáutica Neiva, foi empregado apenas pela Força Aérea Brasileira como avião de ligação, avião de carga e avião utilitário. É uma aeronave com trem de pouso fixo e triciclo, bem adaptada para operar em pistas não preparadas.

Foram produzidas quarenta aeronaves em duas versões bem similares. Uma era destinada a função de ligação e observação, por isso era chamada de Regente ELO (Esquadrilha de Ligação e Observação). Esta versão possuía a fuselagem rebaixada na traseira para permitir uma maior visibilidade. Foi designada pela FAB como L-42 e retirada de operação em 2002.

A outra versão era a de carga ou utilitária (C-42 ou U-42). 20 aeronaves ainda se encontram em operação.

Ambas as versões possuem quatro pontos duros sob as asas para foguetes ou bombas.

O Neiva Regente e o Neiva Universal foram os primeiros aviões metálicos produzidos no Brasil. Estes projetos e o Aerotec T-23 Uirapuru criaram normas e padrões para a iniciante indústria aeronáutica brasileira, organizando o setor e preparando o caminho para o surgimento da Embraer.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • DRUMOND, Cosme Degenar. Asas do Brasil: Uma história que voa pelo mundo. São Paulo: Editora de Cultura, 2004. ISBN 85-293-0069-6.
  • Guia Oficial do Museu Aeroespacial. ISBN 85-99719-02-05.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre aviação, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.