Neoenergia Brasília

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Neoenergia Brasília
Razão social CEB Distribuição S.A.
Empresa de capital aberto
Slogan O futuro a gente faz agora.
Cotação B3CEBR5; CEBR6 CEBR3; CEBR5; CEBR6
Atividade Distribuição de energia elétrica
Gênero Sociedade anônima
Fundação 16 de dezembro de 1968 (52 anos)
Sede Brasil Brasília, DF
Área(s) servida(s) Distrito Federal
Proprietário(s) Neoenergia
Presidente Frederico Candian
Empresa-mãe Iberdrola
Website oficial www.neoenergiabrasilia.com.br

A Neoenergia Brasília (antiga CEB Distribuição) é uma empresa de distribuição de energia elétrica pertencente à Neoenergia, subsidiária do grupo espanhol Iberdrola. Sua área de concessão abrange todo o Distrito Federal.

História[editar | editar código-fonte]

A Companhia Energética de Brasília (CEB) foi criada em 16 de dezembro de 1968, ori​unda do Departamento de Força e Luz da Novacap.

O ano de 2006 iniciou com a implementação da reestruturação societária da empresa, atendendo a definição da Lei nº 10.848, de 15 de março de 2004, aprovada pela Resolução Autorizativa nº 318/2005 da ANEEL. A CEB passou à condição de holding, sendo criada a CEB Distribuição S.A. (CEB-D). Assim, as atividades de geração e transmissão foram separadas da área de distribuição.[1]

Privatização[editar | editar código-fonte]

No ano de 2020, o Governo do Distrito Federal iniciou o processo de privatização da CEB-D. A empresa, no mesmo ano, foi arrematada em leilão na B3 pela Neoenergia pelo valor de R$2,5 bilhões[2]. Em março de 2021, a CEB-D passou a fazer parte do grupo que atualmente distribui energia para os estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul, Bahia, Pernambuco e Rio Grande do Norte. Em abril de 2021, a Neoenergia optou por renomear a empresa para Neoenergia Distribuição Brasília.[3]

Atualmente[editar | editar código-fonte]

A Neoenergia Brasília (antiga CEB-D) é a principal distribuidora energética de Brasília, com mais de 1 milhão de unidades consumidoras e atende a 3,3 milhões de pessoas. É a terceira maior distribuidora de energia elétrica do Centro-Oeste, de acordo com o ranking da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Referências

  1. «História». ceb.com.br. Consultado em 13 de março de 2021 
  2. «Grupo Neoenergia leva distribuidora de energia CEB em privatização de R$ 2,5 bilhões». Folha de S.Paulo. 4 de dezembro de 2020. Consultado em 13 de março de 2021 
  3. «CEB muda de nome e passa a se chamar Neoenergia Distribuição Brasília». Poder360. 21 de abril de 2021. Consultado em 20 de maio de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]