NetBus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde julho de 2017).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas.
Question book.svg
Este artigo ou secção necessita de referências de fontes secundárias fiáveis publicadas por terceiros (desde setembro de 2012).
Por favor, melhore-o, incluindo referências mais apropriadas vindas de fontes fiáveis e independentes.
Fontes primárias, ou que possuem conflito de interesse geralmente não são suficientes para se escrever um artigo em uma enciclopédia.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

NetBus é um trojan. Ferramenta de administração remota com uma interface muito simples e muito fácil de utilizar que utiliza a porta 12345.Tem funções como abrir e fechar drive de cd, iniciar algum programa, controlar mouse entre outras. o Indivíduo que controla a máquina infectada remotamente, pode fazer download, abrir programas, deletar arquivos e formatar partições. Um perigo se cair em mãos mal-intencionadas, porém sendo muito útil em assistência remota.

O primeiro Netbus foi desenvolvido por um programador sueco chamado Carl-Fredrik Neikter com a intenção de fazer manutenção de computadores a longa distância, mas caiu nas mãos erradas devido à sua facilidade de uso. Foi disponibilizado na Internet em Março de 1998. Esse programa é composto por duas partes: um cliente (netbus.exe) e o servidor (patch.exe) sendo essa que deverá ser instalada no computador que se queira gerir remotamente. Utilizando algumas portas TCP, o "gestor da rede" tem a capacidade de gerir ficheiros, gravar sons e fazer praticamente o mesmo que poderia fazer com esse computador à sua frente, só que confortavelmente sentado em sua casa.

O Net Bus serviu de base para programas futuros como ProRat, SubSeven, Turkojan dentre outros de mesma natureza mas obviamente aprimorados, distânciando seu parentesco com sua raiz desenvolvendo novas funções e um novo estilo de conexão chamada conexão reversa onde o programa hacker é o servidor que aguarda a conexão de suas vitimas que tomam o lugar dos clientes, este é um ponto onde muitos "Lammers" se perdem, muitos que apenas entram no "mundo do hacking" e se acham os maiorais de hoje em dia, chama o programa de cliente e seu virus de servidor, o que não estaria errado se estivéssemos falando de programas já considerados primitivos neste meio.

As funções do Net Bus incluem:

  • Sustentar mais de 1 hacker no computador da vitima com o mesmo malware;
  • Controle de Microfone,Área da tela,Mouse,Processos,Janelas ativas,Arquivos,Informações do computador,Links,Mensagens falsas e até seu driver de CD;
  • Editar e re-criar o vírus Patch.exe (seu servidor);
  • Funcionamento em qualquer versão do Windows;
  • Bind connection (conexão direta);
  • Um visual terrivelmente estranho.


Ícone de esboço Este artigo sobre Tecnologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.