Netshoes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Netshoes
NS2 Com Internet SA
Slogan Viva o esporte.
Tipo Privada
Indústria Varejista
Gênero Compra on-line
Fundação fevereiro de 2000
Fundador(es) Marcio Kumruian
Sede Brasil São Paulo, Brasil
Áreas servidas Todo Brasil e Argentina e México
Pessoas-chave Marcio Kumruian (CEO)
Empregados 2.100 (2012)[1]
Produtos Equipamentos esportivos
Acionistas Temasek Holdings, Tiger Global, Iconiq Capital, Kaszek Ventures e Government of Singapore Investment Corporation Private Limited[2]
Lucro Baixa R$ 65,8 milhões (2013)[3]
Faturamento Lucro R$ 1,3 bilhões (2013)[4]
Renda líquida Lucro R$ 913,7 milhões (2013)[3]
Sítio oficial www.netshoes.com.br

Netshoes é um conglomerado brasileiro de comércio eletrônico de artigos esportivos. O conglomerado foi fundado em fevereiro de 2000 por Marcio Kumruian e Hagop Chabab.[5] A Netshoes possui centros de distribuições no Brasil, Argentina e México e administra as lojas oficiais dos clubes de futebol como Santos Futebol Clube, Corinthians, São Paulo Futebol Clube, Palmeiras, Cruzeiro, Vasco da gama, Coritiba, Cruz Azul, Chivas, Monterrey, River Plate, San Lorenzo e América do México. É também representante oficial dos produtos da National Basketball Association (NBA) na América Latina e responsável pela administração das lojas virtuais das marcas Puma, Havaianas, Globo Esporte, Oakley, Timberland, Topper, Mizuno e UFC.[6] [7]

História[editar | editar código-fonte]

Página inicial da Netshoes em 2015.

A primeira loja da Netshoes foi fundada pelos primos descendentes de armênios Marcio Kumruian e Hagop Chabab em fevereiro de 2000. A loja localizava-se na rua da Universidade Mackenzie em São Paulo. Nos anos seguintes, a Netshoes abriu filiais em academias e shopping centers em São Paulo. Em 2002, a companhia iniciou as operações de e-commerce, e em 2007 fechou suas 7 lojas físicas migrando seus negócios para lojas virtuais. Dois anos depois, em 2009 a Netshoes patrocinou o time de futebol Santo André no Campeonato Paulista de Futebol.[8]

No mesmo ano, a companhia lançou um sistema de scanner 3D, que foi desenvolvido por engenheiros e atletas para fazer uma comparação 3D entre o modelo que o cliente está interessado e o calçado que está no seu pé. Através do sistema, o cliente também pode checar, por exemplo, qual seria a numeração adequada em relação ao modelo que já utiliza.[9]

Dois anos depois, a Netshoes lançou o site mobile para que os clientes pudessem fazer compras através de tablets e smartphones. Ainda em 2011, a companhia tornou-se parceira oficial do torneio intercolegial 5x5 da NBA no Brasil, patrocinou os times Cruzeiro, Santos, a equipe feminina do Vôlei Futuro, e iniciou a administração das lojas virtuais da Puma e da National Basketball Association (NBA) no Brasil.[10] [11] [12] [6]

Foi uma das patrocinadoras oficiais do campeonato Novo Basquete Brasil (NBB) para as temporadas de 2011 e 2012.[13]

A Netshoes apoiou o 2º Circuito Infantil de Corridas contra o Câncer no Rio de Janeiro e promoveu a competição Circuito Netshoes Skate para Juventude em São Bernardo do Campo em 2012.[14] Além de patrocinar a competição, a Netshoes convidou o skatista Sandro Soares, conhecido como Testinha para dar aulas de skate para as crianças.[15] No mesmo ano, fez parceria com a Nike para fazer a venda ao varejo e a distribuição dos produtos para os jogadores dos times de futebol Bahia, Coritiba e Santos.[16]

A companhia recebeu os prêmio Reclame Aqui nas categorias Qualidade no Atendimento em 2012, Melhores Empresas para o Consumidor em 2013 e Melhore-commerce de Artigos Esportivos, Moda e Confecção.[17]

A Netshoes patrocinou o Big Biker Cup, campeonato de mountain bike brasileiro em 2012 e 2013.[18]

Em 2013, lançou a nova loja virtual da National Football League (NFL), liga de futebol americano dos Estados Unidos,[19] firmou parceria com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para administrar a loja on-line da entidade,[7] foi eleita uma das 10 empresas mais inovadoras da América do Sul pelo ranking da Fast Company[20] e patrocinou o evento Ciclovia Musical que reúne 30 concertos musicais com roteiros para ciclistas no bairro da Barra Funda na cidade de São Paulo. A companhia também patrocina o Clube de Ciclistas Sampa Bikers.[18]

No mesmo ano, desenvolveu o Netshoes Click, aplicativo móvel para os sistemas operacionais iOS e Android, que identifica o modelo de tênis a partir de uma foto do produto e também possibilita que os clientes façam a compra do calçado pelo celular.[21]

No início de 2014, a Netshoes alterou seu logotipo, identificação visual e verbal. As mudanças foram feitas na central de atendimento, na loja virtual, nas embalagens, nos anúncios, nos e-mails e nas redes sociais.[22] Ainda em 2014, a loja virtual lançou em junho o Netshoes APP, aplicativo móvel para sistemas operacionais iOS e Android, que permite que os clientes façam compras online, pré-cadastrem os dados de seus cartões de crédito para o pagamento e visualizem os produtos que se encaixam aos seus perfis de compras ou de navegação.[23] No mês seguinte, iniciou o patrocínio ao Teatro Folha.[24]

Em novembro de 2014, a Netshoes lançou duas marcas próprias, a Gonew e a All4one. A Gonew é focada em calçados, roupas esportivas, bicicletas e monitores cardíacos para pessoas que estão começando a praticar atividades físicas e a All4one desenvolve dispositivos para corrida, bicicleta e fitness com tecnologia que calcula o desempenho e a intensidade do treino. A All4one lançou um aplicativo de indicadores esportivos nas plataformas Android e iOS em parceria com a empresa Carenet Longevity, empresa brasileira que desenvolve tecnologia para o automonitoramento de atividades físicas.[25]

No mês seguinte, em dezembro de 2014, a empresa lançou a Zattini, loja virtual de calçados, bolsas e acessórios.[26]

A Netshoes também administra as lojas oficiais da Seleção Brasileira de Futebol, UFC, NBA, NFL, Oakley, Puma, Havaianas, Timberland, Topper, Mizuno e Globo Esporte, além de operar lojas oficiais de clubes de futebol como Corinthians, São Paulo, Palmeiras, Santos, Bahia, Cruzeiro, Coritiba, Vasco, Internacional, Seleção Mexicana de Futebol, River Plate, Chivas, Pumas, Monterrey, San Lorenzo, Club América e Cruz Azul.

Investidores[editar | editar código-fonte]

O Tiger Global, fundo americano de investimentos investiu na Netshoes em 2009 e 2011. Em 2012, a Netshoes recebeu investimentos do Iconiq Capital, fundo de investimentos americano e R$ 135 milhões do Temasek, fundo soberano do governo de Singapura.[27]

No ano seguinte, a Netshoes também recebeu aporte do Kaszek Ventures, fundo de investimentos argentino. O Government of Singapore Investment Corporation Private Limited (GIC), fundo soberano de Cingapura também investiu na empresa ao realizar um aporte de US$ 170 milhões em 2014.[28]

Operações[editar | editar código-fonte]

A Netshoes possui cinco centros de distribuição, sendo três no Brasil, nas cidades de Barueri, Itapevi e Jaboatão dos Guararapes,[29] um na Argentina e um no México.[5]

Em 2011, iniciou as operações no México e Argentina. A companhia administra as lojas virtuais da Seleção Mexicana de Futebol, do Monterrey, Chivas, América, Pumas, NFL e Cruz Azul no México.[8]

Em 2014, a companhia abriu um novo centro de distribuição em Buenos Aires. No mesmo ano, lançou a loja oficial do River Plate em seu site e tornou-se patrocinadora do time argentino.[30]

Referências

  1. André Vieira e Guilherme Felitti (3 de fevereiro de 2012). E pensar que tudo começou num puxadinho... Epoca Negocios. Visitado em 21 de julho de 2012.
  2. Ayres, Marcela (1 de janeiro de 2013). Netshoes vende fatia do negócio à empresa de Cingapura Grupo Abril Exame. Visitado em 27 de janeiro de 2013.
  3. a b Mariana, Barbosa (15 de maio de 2013). Netshoes dobra prejuízo em 2012, mas diz estar no caminho do 1º lucro Folha de S. Paulo Grupo Folha. Visitado em 7 de abril de 2014.
  4. Marcela Ayres (1 de junho de 2012). Netshoes vende fatia do negócio à empresa de Cingapura EXAME.com. Visitado em 21 de julho de 2012.
  5. a b "Marcio Kumruian de uma lojinha de sapatos para o maior e-commerce esportivo da AL" Glamurama (UOL). Visitado em 13 de Fevereiro de 2014.
  6. a b "Netshoes assume loja da grife Puma" Valor Econômico. Visitado em 13 de Fevereiro de 2014.
  7. a b "Netshoes vai gerenciar loja virtual da CBF" Ecommerce News. Visitado em 13 de Fevereiro de 2014.
  8. a b "Netshoes: e pensar que tudo começou num puxadinho" Época (revista). Visitado em 13 de Fevereiro de 2014.
  9. "Netshoes cresce 67% e fatura R$ 1,2 bilhão" Investor CP. Visitado em 13 de Fevereiro de 2014.
  10. "NBA terá loja oficial no Brasil após formalizar parceria com a Netshoes" Ecommerce News. Visitado em 13 de Fevereiro de 2014.
  11. "NBA lança loja no Brasil em parceria com a Netshoes" Gente e Mercado. Visitado em 13 de Fevereiro de 2014.
  12. "Netshoes patrocina fitness Brasil Internacional" Portal da Propaganda. Visitado em 13 de Fevereiro de 2014.
  13. "Netshoes passa a patrocinar Novo Basquete Brasil" Exame (Brasil). Visitado em 13 de Fevereiro de 2014.
  14. "Netshoes apóia corrida infantil contra o câncer" Exame (Brasil). Visitado em 13 de Fevereiro de 2014.
  15. "Netshoes patrocina campeonato e promove aulas de skate" Exame (Brasil). Visitado em 13 de Fevereiro de 2014.
  16. "Nike e Netshoes fecham acordo comercial" Valor Econômico. Visitado em 13 de Fevereiro de 2014.
  17. "Conheça as vencedoras por" Reclame Aqui. Visitado em 13 de Fevereiro de 2014.
  18. a b "Netshoes patrocina ciclovia musical" Adnews. Visitado em 13 de Fevereiro de 2014.
  19. "Netshoes passará a vender artigos da NFL no México" Lance!. Visitado em 13 de Fevereiro de 2014.
  20. "As 10 empresas mais inovadoras da América do Sul" Exame (Brasil). Visitado em 13 de Fevereiro de 2014.
  21. "Netshows lança app que reconhece tênis a partir de foto de celular ou tablet" Veja. Visitado em 13 de Fevereiro de 2014.
  22. "Netshoes Morderniza marca e muda identidade visual" Exame (Brasil). Visitado em 13 de Fevereiro de 2014.
  23. "Netshoes lança APP para iOS que sugere comprar a partir do seu perfil" Tecmundo. Visitado em 13 de Fevereiro de 2014.
  24. "Netshoes aposta no Teatro Folha" CCSP. Visitado em 13 de Fevereiro de 2014.
  25. "Netshoes aposta alto em marcas próprias" Época (revista). Visitado em 13 de Fevereiro de 2014.
  26. "Netshoes investe em site de varejo de moda" Valor Econômico. Visitado em 13 de Fevereiro de 2014.
  27. "Netshoes vende fatia do negócio a empresa de Cingapura" Exame (Brasil). Visitado em 13 de Fevereiro de 2014.
  28. "Netshoes terá mais R$ 400 milhões" Valor Econômico. Visitado em 13 de Fevereiro de 2014.
  29. "Netshoes amplia CD em Pernambuco" Tecnologística. Visitado em 9 de Dezembro de 2013.
  30. "Netshoes mais hermana" ISTOÉ Dinheiro. Visitado em 13 de Fevereiro de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]