Neuciano Gusmão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Cicinho
Cicinho
Informações pessoais
Nome completo Neuciano de Jesus Gusmão
Data de nasc. 26 de dezembro de 1988 (32 anos)
Local de nasc. Belém (PA), {Brasil}
Nacionalidade Predefinição:Bulgaria
Altura 1,68 m
Destro
Apelido Cicinho
Informações profissionais
Clube atual Ludogorets Razgrad
Número 30
Posição Lateral-direito
Clubes de juventude
Remo
Clubes profissionais
Anos Clubes
20072008
2009
20102011
20122013
20132015
2015
Remo
Juventude
Brasiliense
Ponte Preta
Santos
Ludogorets Razgrad
Seleção nacional
2020– Bulgária

Neuciano de Jesus Gusmão, mais conhecido como Cicinho (Belém, 26 de dezembro de 1988), é um futebolista brasileiro que atua como lateral-direito. Atualmente joga pelo Ludogorets.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Remo[editar | editar código-fonte]

Cicinho começou sua carreira profissional no Remo em 2007 e participou dos títulos do Campeonato Paraense de 2007 e do Campeonato Paraense de 2008. Era muito querido pela torcida Fenômeno Azul, pois sempre que vestia a camisa Azul Marinho, mostrava ofensividade e técnica apuradas.

Juventude[editar | editar código-fonte]

Em 2009 foi transferido para o Juventude[1] onde participou de alguns jogos.

Brasiliense[editar | editar código-fonte]

Em 2010, foi contratado pelo Brasiliense[2], porém só foi se destacar em 2011, quando foi titular em toda a temporada. Ganhou o Campeonato Brasiliense pelo Brasiliense e fez ótimos jogos na campanha lamentável do time na Série C de 2011.

Ponte Preta[editar | editar código-fonte]

Pelo bom futebol que demonstrou, despertou o interesse da Ponte Preta[3][4] que o contratou no início de 2012. No clube campineiro foi de reserva imediato no Paulistão à titular indiscutível no Brasileirão de 2012, se tornando peça fundamental no elenco da Ponte Preta, aonde atuava no meio-campo. Foi sondado por grandes clubes, entre eles o Fluminense, Palmeiras, São Paulo, Cruzeiro e Botafogo[5]. Apesar do assédio de outros clubes, Cicinho renovou com a Ponte até o final de 2015.[6] Lateral de origem, Cicinho começou 2013 sendo escalado por Guto Ferreira no meio campo, tendo liberdade para inclusive, virar um ponta.

Santos[editar | editar código-fonte]

Em 26 de junho de 2013, Cicinho acertou a sua transferência para o Santos.[7] Apesar de ser constantemente assediado pelo São Paulo, o Santos atravessou as negociações e acabou contratando o lateral.

Ludogorets[editar | editar código-fonte]

Em 30 de junho de 2015 foi negociado ao Ludogorets da Bulgária por 900 mil euros (cerca de R$ 3,1 milhões), a princípio o jogador seria apenas emprestado.[8] Detentor de 63,88% dos direitos econômicos do jogador, o Peixe recebeu cerca de R$ 2 milhões pela negociação, enquanto o fundo Teisa, apoiador da diretoria passada, recebeu o restante do valor.[9]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Remo
Brasiliense
Ponte Preta
Santos
Ludogorets Razgrad
  • Campeonato Búlgaro: 2015–16, 2016–17, 2017–18, 2018–19, 2019–20
  • Supercopa da Bulgária: 2018, 2019

Prêmios Individuais[editar | editar código-fonte]


Referências

  1. «Juventude acerta contratação de Alisson e Cicinho». estadao.com.br. 27 de dezembro de 2008. Consultado em 12 de maio de 2013 
  2. «Brasiliense contrata Cicinho». futebolinterior.com.br. 22 de dezembro de 2009. Consultado em 12 de maio de 2013 
  3. «Cicinho antecipa a rescisão em mais de um mês: pré-contrato com a Ponte Preta». brasiliensefc.com.br. 1 de novembro de 2011. Consultado em 12 de maio de 2013 
  4. «Ponte acerta contratação de lateral Cicinho e nega acordo com Kleina». futebolinterior.com.br. 2 de novembro de 2011. Consultado em 12 de maio de 2013 
  5. «Ponte Preta enfrenta assédio de grandes clubes para segurar Cicinho». GloboEsporte.com. 10 de novembro de 2012. Consultado em 12 de maio de 2013 
  6. «Ponte Preta renova com Cicinho e lateral comemora: "a proposta foi muito boa"». esporte.uol.com.br. 28 de novembro de 2012. Consultado em 12 de maio de 2013 
  7. «Ponte Preta entra em acordo com Santos para vender Cicinho». 26 de junho de 2013. Consultado em 26 de junho de 2013 
  8. «Santos libera lateral Cicinho para acertar com clube da Bulgária». Consultado em 26 de junho de 2015 
  9. «Santos acerta venda e búlgaros chamam Cicinho de 'estrela do time de Neymar'». www.lancenet.com.br. Consultado em 3 de julho de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço relacionado ao projeto desporto. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.